Digital Repository

A- A A+

Avaliação de sintomas depressivos e de ansiedade em cuidadores de pacientes pediátricos com dermatite atópica, psoríase e vitiligo

DSpace/Manakin Repository

Avaliação de sintomas depressivos e de ansiedade em cuidadores de pacientes pediátricos com dermatite atópica, psoríase e vitiligo

Show full item record

Statistics

Title Avaliação de sintomas depressivos e de ansiedade em cuidadores de pacientes pediátricos com dermatite atópica, psoríase e vitiligo
Author Manzoni, Ana Paula Dornelles da Silva
Advisor Cestari, Tania Ferreira
Co-advisor Weber, Magda Blessmann
Date 2011
Level Master
Institution Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Subject Adolescente
Ansiedade
Criança
Cuidadores
Depressão
Dermatopatias
[en] Anxiety
[en] Atopic dermatitis
[en] Depression
[en] Psoriasis
[en] Quality of life
[en] Vitiligo
Abstract in Portuguese Introdução: A literatura tem demonstrado que a presença de distúrbios emocionais nos cuidadores de crianças com dermatoses crônicas influenciam no curso e tratamento da doença. A ansiedade e a depressão estão entre os diagnósticos psiquiátricos mais relacionados, porém a maioria das publicações afere esta relação de forma indireta, através de escalas de qualidade de vida e não de escalas diretas para ansiedade e depressão. Objetivo: Avaliar a presença de ansiedade e depressão nos cuidadores de pacientes pediátricos com dermatite atópica, vitiligo ou psoríase e correlacioná-las à qualidade de vida dos pacientes, à extensão corporal total da doença e à área acometida exposta à visualização. Materiais e Métodos: Amostra composta por 118 pacientes com dermatite atópica, vitiligo e psoríase acompanhados pelo principal responsável por seus cuidados diários. A avaliação da ansiedade nos cuidadores foi realizada através da Escala de Hamilton de Ansiedade e a depressão através do Inventário de Beck para Depressão. Foi aplicado o Índice de Qualidade de Vida na Dermatologia Infantil. Aferiu-se a superfície corporal total acometida pela doença em áreas expostas à visualização através do modelo humano para queimados. Resultados: Ansiedade foi verificada em 36% dos cuidadores do grupo de pacientes com dermatite atópica, em 36% do grupo com psoríase e 42% do grupo com vitiligo. Depressão ocorreu em 36% dos cuidadores de pacientes com dermatite atópica, 36% dos responsáveis pelos pacientes com psoríase, e em 26% dos cuidadores de pacientes com vitiligo. Observou-se uma correlação significativa entre a pior qualidade de vida dos pacientes com vitiligo e a presença de depressão e ansiedade nos seus cuidadores. Quanto maior a superfície corporal total comprometida pela psoríase maior o índice de depressão e ansiedade nos seus cuidadores, e quanto maior superfície corporal em áreas expostas à visualização nos pacientes com vitiligo, maior a presença de ansiedade nos seus cuidadores. Na análise comparativa da qualidade de vida entre os três grupos de pacientes portadores de dermatoses, verificou-se que os pacientes com dermatite atópica e psoríase têm qualidade de vida significativamente piores que os portadores de vitiligo. Conclusão: A presença de ansiedade e depressão nos cuidadores de pacientes com vitiligo foi significativamente relacionada a uma pior qualidade de vida dos pacientes e a uma maior extensão da doença exposta à visualização. Entre os cuidadores de pacientes com psoríase, observaram-se maiores índices de depressão e ansiedade diante da maior superfície corporal total comprometida pela doença. Porém, os piores escores de qualidade de vida foram identificados entre os pacientes atópicos. Assim, acreditamos que distúrbios emocionais tendem a estar presentes no nicho familiar de crianças portadoras das dermatoses crônicas estudadas.
Abstract Introduction: The literature has shown that the presence of emotional disturbances in caregivers of children with skin diseases affects the course and treatment of the disease. Anxiety and depression are among the most frequently reported psychiatric diagnoses related to this fact. However, most publications have attempted to gauge this relationship indirectly by using quality of life scales rather than direct scales developed for the evaluation of anxiety and depression. Objective: To evaluate the presence of anxiety and depression in caregivers of 118 pediatric patients with chronic skin disorders, exemplified by atopic dermatitis, psoriasis and vitiligo, and correlate them to the quality of life of the patients, total body area affected by the disease and the extent of that affected area exposed to view. Methods: The sample consisted of patients with atopic dermatitis, vitiligo and psoriasis accompanied by their main caregiver. The levels of anxiety and depression in the caregivers were assessed using the Hamilton Anxiety Scale and the Beck Depression Inventory, respectively. The validated for Portuguese Children's Dermatology Life Quality Index was applied. The total body surface affected by the disease and the area exposed to view were measured using the human model for burn patients. Results: Anxiety was observed in 36% of the caregivers of the patients with atopic dermatitis, 36% of those of children affected by psoriasis and 42% of those responsible for pediatric patients with vitiligo. Depression occurred in 36% of the caregivers of patients with atopic dermatitis, 36% of those of children affected by psoriasis and 26% of those responsible for pediatric patients with vitiligo affected. There was a significant correlation between poor quality of life scores in patients with vitiligo and the presence of depression and anxiety in their caregivers. The greater the total body surface affected by psoriasis the higher the rate of depression and anxiety in their caregivers. For vitiligo, extensive surface body area corresponded to more intense anxiety in their caregivers. In the comparative analysis of the quality of life between the three groups of dermatoses, the quality of life of patients with atopic dermatitis and psoriasis was significantly worse than for those affected by vitiligo. Conclusion: The presence of anxiety and depression in caregivers of patients with vitiligo was significantly related to the lower quality of life of the patients and the greater extent of disease exposed to view. Among caregivers of patients with psoriasis, the larger total body surface affected by the disease, the higher were the observed levels of depression and anxiety. However, the worst quality of life scores were identified among atopic patients. Thus, we believe that emotional disorders tend to be present in the close family of children with the studied chronic skin diseases.
Type Dissertation
URI http://hdl.handle.net/10183/28697
Files Description Format View
000771337.pdf (923.8Kb) Texto completo Adobe PDF View/Open

This item is licensed under a Creative Commons License

This item appears in the following Collection(s)


Show full item record

Browse



  • The author is the owner of the copyrights of the documents available in this repository and is prohibited under the law, the marketing of any kind without prior authorization.
    Graphic design by Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.