Repositório Digital

A- A A+

A marca país como instrumento de diplomacia : o caso da Argentina

.

A marca país como instrumento de diplomacia : o caso da Argentina

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A marca país como instrumento de diplomacia : o caso da Argentina
Autor Bischoff, Viviane
Orientador Soares, Maria Susana Arrosa
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais.
Assunto Argentina
Comunicação visual
Diplomacia
Identidade visual
Imagem-conceito
Marca
Política externa
Relações internacionais
[en] Argentina
[en] Country branding
[en] Diplomacy
[en] International relations
[en] Soft power
Resumo A globalização mudou o mundo e as relações entre os Estados. As mudanças, especialmente nos meios de comunicação e nos transportes, possibilitaram aos cidadãos do mundo conhecer os países distantes, seus governos, suas culturas, seus produtos e serviços. Devido à intensa profusão de informações sobre as nações e visando a estimular a aproximação dos povos, muitos Estados começaram a se preocupar com sua imagem no exterior. Passaram a desenvolver ações para aumentar a comunicação entre eles, informar a opinião pública, atrair empresas, investimentos e turistas, e estreitar relações de cooperação e confiança com outros países. Essa nova forma de agir dos Estados caracteriza a nova diplomacia pública, diferentemente da diplomacia tradicional. Surgiram novos atores internacionais que passaram a atuar, juntamente com os Estados, no cenário mundial. A marca país surgiu e transformou-se em um importante instrumento de diplomacia pública, contribuindo para divulgar e tornar conhecidas internacionalmente as nações, o que facilitou o diálogo entre os povos, e vem desempenhando um papel relevante na política externa dos países. O caso estudado nesta dissertação, a Argentina, é um exemplo da utilização da marca país pela diplomacia, cujos objetivos são o aumento do turismo receptivo, das exportações e dos investimentos estrangeiros no país.
Abstract Globalization has changed the world and the relations between States. These changes, especially in the mass media and transport made it possible for citizens of the world to know the faraway countries, their government, their culture, their products and services. Due to intense profusion of information about countries and aiming to stimulate the approach of people, many States began to worry about its image abroad. The States began to develop actions to enhance the communication between them, to inform the public opinion, to attract businesses, investments and tourists, and to narrow the relationships of cooperation and trust with other countries. This new way of acting of the States characterizes the new public diplomacy, differently from the traditional diplomacy. There were new international actors that began to act together with the States, on the world stage. The country branding emerged and became an important instrument of public diplomacy, helping to disseminate and to make known the nations, which has facilitated the dialogue between people, and has played an important role in countries' foreign policy. The case studied in this thesis, Argentina, is an example of using the country branding by the diplomacy, whose goals are the increase in receptive tourism, exports and foreign investment in the country.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/28771
Arquivos Descrição Formato
000771530.pdf (3.987Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.