Repositório Digital

A- A A+

Da invenção à criação, uma viagem pela imaginação com passagem pela aprendizagem

.

Da invenção à criação, uma viagem pela imaginação com passagem pela aprendizagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Da invenção à criação, uma viagem pela imaginação com passagem pela aprendizagem
Autor Lunkes, Luciana
Orientador Axt, Margarete
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Educação continuada
Formação
Processo criativo
Professor
Relação professor-aluno
Sala de aula
[en] Continuing education
[en] Creative process
[en] Further education
[en] Learning
[en] Methodology
Resumo Esta dissertação apresenta uma discussão no campo educacional, que pretende contribuir para pensar novas possibilidades a favor da educação. Assim sendo, o objetivo dessa pesquisa é analisar as relações professor↔alunos↔alunos por meio de enunciados (orais, escritos e imagísticos), produzidos no âmbito de uma sala de aula acolhedora com base em uma proposta metodológica que investe no processo criativo. O material para análise se compõe de enunciados imagens/texto, de interações que aconteceram em uma turma do 3° ano do Ensino Fundamental, no qual a professora é participante de um projeto de formação continuada em serviço. Reportamo-nos a um projeto em específico, o projeto CIVITAS-LELIC/ PPGEDU/UFRGS, que surgiu da busca de novas alternativas para operacionalizar os contextos educativos e de investigação na educação básica e estende-se simultaneamente ao âmbito da pesquisa acadêmica e extensão universitária. Mikhail Bakhtin, Italo Calvino e Marc Augé foram importantes interlocutores para pensar esse aluno, que aqui ocupa um espaço de transitoriedade entre “ser criança” e “ser aluno/aprendiz”, um espaço de livre passagem para invenção-criação, um não-lugar transitório da imaginação. Partindo de um olhar do pesquisador implicado no contexto de sua problematização, convivendo entre teoria e prática, propomos três planos que se compõem entre si para dar conta do percurso da pesquisa, sendo esses: o plano da imersão, o plano da implicação e o plano da interpretação. Resultante desse percurso, experimentações, nas quais a aventura pelo mundo da imaginação se misturava à realidade cotidiana, formando um elo com a aprendizagem. A professora, em suas in(ter)venções com os alunos, sem perder o foco de seus objetivos em relação aos conteúdos curriculares, investiu no diálogo, mantendo uma escuta atenta na sala de aula. Esse movimento a conduziu a uma atitude ética, de respeito aos alunos, desenhando assim uma estética que diz da relação professor↔alunos↔alunos que se estabeleceu nesse contexto específico e permeou todas as interações que ali aconteceram. Dentre tantas formas de se pensar a questão da aprendizagem, acreditamos que uma proposta pautada em uma formação continuada e uma metodologia que investe no processo criativo e nas relações que se estabelecem em sala de aula, seja mais uma possibilidade para potencializar a aprendizagem.
Abstract This thesis aims at contributing to new possibilities in Education. Therefore the goal of this research is to analyze teacher↔students↔students relationships through statements (oral, written and imagistic) produced in a cosy classroom environment based on a methodology that invests in a creative process. The material for analysis is made of utterance images or text interactions that took place in a 3rd year classroom in an elementary school, in which the teacher participated in a service-oriented further education project. It refers to a specific project, the CIVITAS/LELIC/PPGEDU/UFRGS project, which arose from the search for new alternatives to make educational contexts operational and to do research in basic education, and extends the scope both of academic research and university extension. Mikhail Bakhtin, Italo Calvino and Marc Augé were important sources to study such a student, who occupies here a space of transience between "being a child" and "being a student or an apprentice", an area of free passage for invention-creation, a transitory non-place of imagination. Starting from the researcher‟s perspective as she plunges into raising the issue between theory and practice, we propose three planes that compound to make up the course of the study, namely: the plane of immersion, the plane of involvement, and the plane of interpretation. As a result trials, in which adventures in imagination mixed with everyday reality, linked with learning. The teacher, in her in(ter)ventions with the students, without losing track of curricular content goals, invested in dialogue, and kept attentively listening to the classroom. This movement led to an ethical attitude of respect for students, thus leading to a teacher↔students↔students aesthetic relationship that appeared in this specific context and permeated all interactions that took place there. Among the many manners to consider the issue of learning, we believe that a proposition based on further education and on a methodology that invests both in a creative process and in classroom relationships forms a novel possibility to enhance learning.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/28803
Arquivos Descrição Formato
000769833.pdf (2.331Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.