Repositório Digital

A- A A+

Culturas juvenis e experiência social : modos de ser jovem na periferia

.

Culturas juvenis e experiência social : modos de ser jovem na periferia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Culturas juvenis e experiência social : modos de ser jovem na periferia
Autor Amaral, Márcio de Freitas do
Orientador Stephanou, Maria
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Cultura
Juventude
Periferia urbana
Socialização
Resumo A dissertação objetiva compreender e analisar culturas juvenis constituídas por jovens moradores de uma periferia de Porto Alegre/RS e que participam de projetos da CUFA. Concebe que suas práticas culturais são empreendidas como experiências significativas no âmbito do processo de socialização. A periferia é entendida como espaço que circunscreve relações sociais, influencia formas de viver a condição juvenil e de construir estilos e práticas culturais. Os jovens constroem, a partir de múltiplos processos de identização, culturas juvenis, compreendidas como expressões coletivas que traduzem distintos estilos de vida. Além disso, busca apreender estas experiências sociais como constituintes do processo de socialização dos jovens na contemporaneidade, sendo instâncias de produção de diferentes formas de inserção social, valorizando sua dimensão educativa. Para este fim, toma como ponto de partida o cotidiano dos jovens, as distintas redes de relações e significações que os circunscrevem no espaço social onde vivem. Os jovens constroem redes de sociabilidades nas quais (re)significam suas ações cotidianas. No curso de suas interações, produzem distintas formas sociais de ser e estar. O estudo resulta de um processo de investigação empírica de cunho qualitativo, realizada junto a jovens moradores de uma periferia, envolvidos nas ações empreendidas pela CUFA – Central Única das Favelas – no Morro Santa Teresa, em Porto Alegre/RS, organização que é referência de encontro destes indivíduos. Faz-se acompanhar de autores referenciais Alberto Melucci, José Machado Pais, Carles Feixa, Juarez Dayrell, Marilia Sposito e François Dubet, que contribuem para a reflexão de conceitos essenciais a este estudo, como o de juventude, culturas juvenis, sociologia da experiência (processos de socialização e experiência social), produção de identidades e modos de ser entre outros.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/28825
Arquivos Descrição Formato
000772899.pdf (745.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.