Repositório Digital

A- A A+

Avaliação patológica de doenças hepáticas infecciosas em cães

.

Avaliação patológica de doenças hepáticas infecciosas em cães

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação patológica de doenças hepáticas infecciosas em cães
Autor Oliveira, Eduardo Conceição de
Orientador Driemeier, David
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Boas práticas de manipulação
Figado : Caes
Hepatopatias
Infecção
Necrose
Patologia veterinaria : Caes
Resumo Foi realizado um estudo das hepatopatias de cães, dando ênfase aos achados patológicos de doenças hepáticas infecciosas. Foram realizadas, no período de janeiro de 2000 a dezembro de 2009, 4.573 necropsias de cães e em 396 casos (8,66%) corresponderam a doenças hepáticas. Diagnosticaram-se doenças hepáticas infecciosas ou inflamatórias em 48,74% dos casos (193/396). A leptospirose canina foi a principal hepatopatia encontrada, diagnosticada em 150 cães (37,88% das doenças hepáticas). Selecionaram-se 112 caninos com leptospirose para avaliação dos achados patológicos. Os principais achados de necropsia incluíam icterícia (94,6%) e hemorragias (82,1%) em diferentes locais anatômicos. Pela histologia, identificou-se no fígado dissociação de hepatócitos (100%), e nos rins degeneração e necrose de túbulos renais (75,89%) e nefrite intersticial (54,46%). Nos pulmões, visualizaram-se congestão (78,57%), hemorragia (67,86%) e edema (61,61%). Onze filhotes pertencentes a duas ninhadas foram analisados pelos seus sinais clínicos, achados patológicos e por métodos de diagnósticos complementares para confirmação da infecção por herpesvírus canino tipo 1. Hemorragia cortical renal característica da infecção por herpesvírus canino foram identificadas (9/11). Observaram-se comumente hepatomegalia (7/11), palidez do fígado (6/11), pulmões firmes e não colapsados (11/11), esplenomegalia (9/11) e linfonodomegalia (8/11). As lesões histológicas caracterizaram-se por quadro hemorrágico e necrótico atingindo o fígado, rins, pulmões e órgãos linfoides. O diagnóstico específico foi obtido pela imunofluorescência direta. Cães com hepatite infecciosa canina (HIC) foram analisados com base nos seus dados clínicos, achados patológicos e pelos resultados imuno-histoquímicos. Realizaram-se 23 diagnósticos de HIC no período de 1996 a 2009. Os principais achados de necropsia foram palidez do fígado (17/23), hepatomegalia (10/23) e hemorragia em grande parte dos casos. Observaram-se também edema de vesícula biliar (11/23), material fibrinoso na superfície hepática (8/23) e icterícia (6/23). Histologicamente, acentuada necrose do fígado (23/23) foram encontradas associadas à identificação de corpúsculos intranucleares (22/23) característicos de HIC. Visualizaram-se marcações imuno-histoquímicas positivas de adenovírus canino tipo 1 em maior quantidade no fígado (23/23), cérebro (22/22), cerebelo (16/20) e rim (16/21).
Abstract The study presented here was performed to investigate hepatic diseases of dogs, emphasizing pathological findings related to infectious diseases. It was performed from January 2000 to December 2009, 4573 necropsies of dogs were made and 396 (8,66%) cases corresponded to hepatic diseases. Infectious or inflammatory hepatic diseases were diagnosed in 48,74% (193/396) of the cases. Canine leptospirosis was the main hepatic disease found, diagnosed in 150 dogs (37,88% of the liver diseases). 112 cases of leptospirosis were selected for evaluation of pathological findings. During the necropsies, jaundice (94,6%) and hemorrhages (86,1%) were commonly seen in several organs. Trough histology were identified dissociation of hepatocytes in the liver, tubular degeneration and necrosis (82.14%) and interstitial nephritis (54,46%) in the kidneys. In the lungs, congestion (78,57%), hemorrhage (67,86%) and edema (61,61%) were observed. Eleven puppies belonging to two different litters were analyzed through clinical signs, pathological findings and complementary diagnostic methods for confirmation of canine herpesvirus type 1 infection. Were identified cortical hemorrhages (9/11), characteristic of canine herpesvirus type 1 infection. Hepatomegaly (7/11), paleness of liver (6/11), firm lungs (11/11) and not collapsed (11/11), splenomegaly (9/11) and limphadenomegaly (8/11). Histological lesions were characterized by an hemorrhagic and necrotic presentation affecting the liver, kidneys, lungs and lymphoid organs. Specific diagnosis was obtained by direct immunoflorescence. Dogs with infectious canine hepatitis (ICH) were analyzed based on their clinical data, pathological findings and immunohistochemichal results. 23 ICH diagnoses were performed in the period of 1996 to 2009. The main necropsy findings were liver paleness (17/23), hepatomegaly (10/23), and hemorrhage in the majority of cases. Gallbladder edema (11/23), fibrinous material at the liver surface (8/23) and jaundice (6/23) were also observed. Histologically, severe necrosis of the liver (23/23) was found, related to identification of intranuclear inclusion bodies, a characteristic finding of ICH. Positive immunohistochemichal staining for canine adenovirus type 1 were seen in greater amount in liver (23/23), brain (22/22), cerebellum (16/20) and kidney (16/21).
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/28853
Arquivos Descrição Formato
000773625.pdf (6.873Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.