Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da multiplicação e recuperação de Salmonella enteritidis SE86 em diferentes diluentes, meios de cultura e métodos de semeadura, após exposição ao dicloroisocianurato de sódio

.

Avaliação da multiplicação e recuperação de Salmonella enteritidis SE86 em diferentes diluentes, meios de cultura e métodos de semeadura, após exposição ao dicloroisocianurato de sódio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da multiplicação e recuperação de Salmonella enteritidis SE86 em diferentes diluentes, meios de cultura e métodos de semeadura, após exposição ao dicloroisocianurato de sódio
Outro título Evaluation of growth and recovery of salmonella enteritidis se86 in different diluents, culture media and methods of planting, after exposure to sodium dichloroisocyanurate
Autor Ferreira, Fernanda Stoduto
Orientador Tondo, Eduardo Cesar
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências e Tecnologia de Alimentos. Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos.
Assunto Doenças transmitidas por alimentos
Microbiologia do alimento
Salmonella enteritidis
[en] Recovery
[en] Salmonella
[en] Sodium dichloroisocyanurate
Resumo No Rio Grande do Sul (RS), uma cepa de Salmonella (S.) Enteritidis (SE86) foi identificada como o principal microrganismo causador de Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA), nos últimos anos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a multiplicação e a recuperação da S. Enteritidis SE86 em diluentes, meios de cultura e métodos de semeadura, após a exposição ao Dicloroisocianurato de sódio (NaDCC). Em um primeiro momento, o microrganismo foi ativado em caldo BHI e exposto a 200ppm de NaDCC, por cinco minutos. Em seguida, ele foi diluído em diferentes soluções, as quais foram armazenadas a 7º C e 30º C, separadamente, sendo amostradas e analisadas microbiologicamente, a cada hora, durante seis horas. Em um segundo momento, foi avaliada a recuperação do microrganismo, antes e após exposição ao NaDCC, através de semeadura em superfície e pelo método da Camada Fina de Ágar (Thin Agar Layer - TAL), em cinco diferentes meios de cultura [Agar Triptona de Soja (TSA), Agar Verde Brilhante Manitol Lisina Cristal de Violeta (MLCB), Agar Verde Brilhante (BGA), Agar Salmonella Shigella (SS) e Agar Xilose Lisina Desoxicolato (XLD)]. Na terceira fase do estudo, foram avaliadas a multiplicação e a recuperação de dois outros sorovares de Salmonella, além da S. Enteritidis SE86, utilizando o diluente, o meio de cultura e o método de semeadura que demonstraram os melhores resultados nas fases antecedentes. Os resultados demonstraram que houve multiplicação significativa (P < 0,05) da S. Enteritidis SE86 não exposta ao NaDCC, armazenada a 30º C, nos diluentes Água peptonada (P), Água peptonada + Tween 80, Lecitina e Tiossulfato de sódio (P + N), Solução salina + Tween 80, Lecitina e Tiossulfato de sódio (SaS + N) e Água peptonada + Solução salina (P + SaS). O diluente Solução salina (SaS) não propiciou multiplicação durante as seis horas de incubação, mas manteve as células viáveis, sendo, portanto, escolhido para os demais experimentos. Células expostas e não expostas ao NaDCC não foram capazes de se multiplicar em nenhum dos diluentes testados, a 7º C. Da mesma forma, após exposição ao NaDCC, nenhuma multiplicação significativa foi observada nos diluentes armazenados a 30º C. Não houve diferença significativa (P < 0,05) nas contagens de S. Enteritidis SE86 exposta ao NaDCC quando semeada em TSA, meios seletivos ou meios seletivos adicionados de sobre camada de TSA (TAL). O meio XLD foi escolhido para os demais experimentos, uma vez que permitiu praticamente a mesma multiplicação que o meio TSA. Quando foram avaliadas a multiplicação e a recuperação de S. Enteritidis SE86, S. Typhimurium e S. Bredeney, expostas e não expostas ao NaDCC, diluídas em SaS e semeadas em TSA, XLD e XLD + sobre camada de TSA (TAL), não houve diferença significativa entre as contagens de células obtidas nos meios e no TAL, sugerindo que a semeadura direta em XLD pode ser um método adequado para a quantificação de Salmonella exposta ao NaDCC, em condições laboratoriais.
Abstract In Rio Grande do Sul State (RS), a strain of Salmonella (S.) Enteritidis (SE86) was identified as the main causative microorganism of foodborne diseases, in recent years. The aim of this study was to evaluate diluents, media and plating methods for growth and recovery of this pathogen, after exposure to Sodium dichloroisocyanurate (NaDCC). At first, the microorganism was exposed to 200 mg kg-1 NaDCC by five minutes. Then it was diluted in different diluent solutions, which were stored at 7º C and 30° C, separately, being sampled and microbiologically analyzed for six hours. In a second step, the recovery of the microorganism before and after exposed by NaDCC was evaluated, through surface plating method and Thin Layer Agar (TAL) method, in five different culture media [Tryptic Soy Agar (TSA), Mannitol Lysine Crystal Violet Brilliant Green Agar (MLCB); Brilliant Green Agar (BGA), Salmonella Shigella Agar (SS) and Xylose Lysine Desoxychole Agar (XLD)]. In the third phase of this study, the growth and recovery of S. Enteritidis SE86 and two other serovars of Salmonella were evaluated, using the diluent, the culture medium and plating method that showed the best results in previous phases. The results showed significant multiplication (P < 0.05) of S. Enteritidis SE86 not exposed to NaDCC, stored at 30 °C, in diluents Peptone water (P), Peptone water + Tween 80, Lecithin and Sodium thiosulfate (P + N), Saline solution + Tween 80, Lecithin and Sodium thiosulfate (SaS + N) and Peptone water + Saline solution (P + SaS). Saline solution (SaS) did not sustain bacterial multiplication, but maintained viable cells, being chosen for the next experiments. Exposed and not exposed cells were not able to multiply in any of the diluents at 7º C during six hours of storage. After NaDCC exposure, no significant multiplication was observed in any of the diluents stored at 30º C. No significant difference (P < 0,05) in growth of S. Enteritidis SE86 exposed to NaDCC was observed on TSA, selective medium or on selective media overlayed with TSA (TAL). The XLD medium was chosen for the next experiments, since it allowed the same multiplication that TSA. When the multiplication and recovery of exposed and not exposed S. Enteritidis SE86, S. Typhimurium, and S. Bredeney were evaluated after dilution in SaS and plating on TSA, XLD, and XLD overlayed with TSA, there was no significant difference in counts obtained on media and TAL, suggesting that direct plating on XLD could be an adequate method for the quantification of Salmonella exposed to NaDCC, under laboratory conditions.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/28866
Arquivos Descrição Formato
000773467.pdf (825.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.