Repositório Digital

A- A A+

Estriagem e alisamento : usinando uma autogestão na fábrica

.

Estriagem e alisamento : usinando uma autogestão na fábrica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estriagem e alisamento : usinando uma autogestão na fábrica
Outro título Building a self-management in the factory
Autor Costa, Luis Artur
Barbieri, Anderson Rodrigues
Maraschin, Cleci
Tittoni, Jaqueline
Resumo Este artigo versa sobre uma pesquisa realizada em uma antiga fábrica da área da metalurgia a qual se tornou cooperativa após sua falência. Hoje, esta possui 200 cooperativados, a maioria funcionários da antiga fábrica. Traçou-se aqui uma problematização da autogestão no cotidiano do empreendimento, dialogandose sobre as implicações destas práticas na contemporaneidade. Através de um trabalho de campo, em que se compuseram registros com entrevistas e observações, traçamos uma cartografi a dos fl uxos do local. Percebemos o quanto os instrumentos ordenadores dos corpos e gestos haviam-se fl exibilizado, sem que com isso se obtivesse um deslocamento do modus operandi fabril em sua cisão vertical entre gestão e execução. Pudemos compreender a autogestão enquanto “Fenômeno Fronteiriço” entre a lógica do Capital e a do Bem-Estar- Social e questionar seus diferentes pontos de captura e deslocamento entre estes sistemas. Por fi m, contextualizamos as práticas e o conceito de autogestão no contemporâneo com suas relações fl exíveis.
Abstract This paper discusses a research at an old factory of the metallurgy fi eld that became a cooperative after it has crashed. Questions and problems about self-management are brought to be debated, including its implications. Trough fi eld work we composed registers with interviews and observations and traced cartography of the fl ows of the cooperative. We perceived that the instruments that ordered bodies and gestures had been made less hard but the way of work of the factory still there. Using this we could understand self-management as a “Boundary Phenomenon” between the capitalist logic and the welfare-state logic, exploring the capturing points and the disjointing points between those systems.
Contido em Fractal Revista de Psicologia. Niterói, RJ. Vol. 20, n. 2 (jul./dez. 2008), p. 447-460
Assunto Autogestão
Controle social
Cooperativismo
Resistência
Trabalho
[en] Control societies
[en] Cooperativism
[en] Resistance
[en] Self-management
[en] Work
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/29019
Arquivos Descrição Formato
000684903.pdf (164.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.