Repositório Digital

A- A A+

Método de análise de níveis de serviço em praças de pedágio brasileiras

.

Método de análise de níveis de serviço em praças de pedágio brasileiras

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Método de análise de níveis de serviço em praças de pedágio brasileiras
Autor Obelheiro, Marta Rodrigues
Orientador Cybis, Helena Beatriz Bettella
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
Assunto Indicadores de desempenho
Percepção do usuário
Praça de pedágio : Eficiência
Serviços
[en] Level of service
[en] Toll plazas
[en] User perception
Resumo Este trabalho propõe um método para análise de níveis de serviço em praças de pedágio brasileiras. Para atingir o objetivo proposto, foram levantados: (i) dados de tráfego característicos de rodovias e praças de pedágio brasileiras; (ii) características geométricas de praças de pedágio no Brasil; e (iii) a percepção de usuários de praças de pedágio de diferentes estados brasileiros acerca da qualidade de serviço em praças. Os dados de tráfego e características geométricas foram utilizados na elaboração de cenários microssimulados que buscaram representar situações de tráfego encontradas em praças de pedágio de todo o Brasil. Os cenários foram avaliados por usuários de praças de diferentes estados em pesquisa qualitativa. A pesquisa qualitativa também foi aplicada junto a técnicos responsáveis pela fiscalização e operação das praças de todo o país. A partir dos resultados da pesquisa qualitativa, foram realizadas modelagens e obtidas equações que relacionam a qualidade percebida pelos diferentes grupos com os fatores intervenientes na percepção de qualidade de serviço utilizados na pesquisa. Os resultados indicaram que: (i) o comprimento de filas nas cabines exerce forte influência sobre a qualidade percebida nas praças por todos os grupos; (ii) existe certa uniformidade entre as percepções de qualidade de usuários de praças de todos os estados pesquisados; e (iii) existem diferenças expressivas entre as percepções de técnicos e de usuários acerca da qualidade de serviço nas praças. Este trabalho propõe escalas de níveis de serviço relacionadas com a qualidade percebida pelos diferentes grupos, utilizando o comprimento médio de filas nas cabines como indicador de desempenho. Diferentemente do critério utilizado no HCM 2000 para avaliação de níveis de serviço em rodovias, as escalas propostas neste estudo não apresentam qualquer relação entre os níveis de serviço e a capacidade das praças.
Abstract This paper proposes a method for analyzing the level of service at Brazilian toll plazas. In order to achieve this purpose, a research was performed to identify: (i) traffic data representing the specific conditions of Brazilian highways and toll plazas; (ii) geometrical characteristics of toll plazas in Brazil; (iii) user perception about the quality of service of toll plazas across different Brazilian states. Traffic data and geometric characteristics were used to model microsimulated scenarios representing traffic situations found at toll plazas throughout Brazil. The scenarios were evaluated by toll plaza users from different Brazilian states through a qualitative research. The research was also applied to technicians from the Supervising Agencies and technicians responsible for toll plazas operation. The outcomes of the qualitative research were models relating the quality of service perceived by each group with the factors influencing their perception. The results suggest that: (i) the queue length at toll booths has a strong influence on the perceived quality in toll plazas by all groups; (ii) there is some uniformity on the quality of service of toll plazas as perceived by users from all the states surveyed; and (iii) there are significant differences between the perceptions of technicians and users about the quality of service at toll plazas. This paper proposes level of service hierarchies relating the quality perceived by the different groups to the average queue length at toll booths. Unlike the criterion used in the HCM 2000 to evaluate levels of service on highways, the hierarchies proposed in this study show no relationship between levels of service and the capacity of toll plazas.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/29049
Arquivos Descrição Formato
000774308.pdf (1.164Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.