Repositório Digital

A- A A+

Caracterização de isolados do fungo Malassezia pachydermatis através do perfil enzimático

.

Caracterização de isolados do fungo Malassezia pachydermatis através do perfil enzimático

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização de isolados do fungo Malassezia pachydermatis através do perfil enzimático
Autor Lautert, Claudia
Orientador Ferreiro, Laerte
Co-orientador Santúrio, Jânio Morais
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Malassezia pachydermatis : Cães
Micologia veterinaria : Fungos
[en] Api-Zym
[en] Dogs
[en] Enzymatic activity
[en] Malassezia pachydermatis
Resumo Malassezia spp. são fungos lipofílicos, reconhecidos há mais de cem anos como membros da microbiota cutânea normal humana, bem como agentes de doenças dermatológicas. Desde 1980, são relatados como causadores de infecções sistêmicas oportunistas. Estas leveduras são frequentemente encontradas em uma grande variedade de animais homeotérmicos, e sua ampla distribuição no meio ambiente agora está sendo explorada através de técnicas moleculares e bioquímicas. O enfoque deste estudo foi a espécie não lipido-dependente Malassezia pachydermatis, e a sua caracterização através do perfil enzimático pelo sistema Api-Zym®. Deste modo, utilizaram-se 30 amostras de M. pachydermatis isoladas de cães, com e sem sinais clínicos, identificadas pela técnica de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). As amostras foram cultivadas em meio de Dixon modificado, incubadas a 37°C durante 48 horas, para posterior quantificação através de espectrofotometria. Um inóculo de 65 μl foi colocado em cada orifício do kit comercial de verificação enzimática e, após, incubado a 37ºC por 4 horas. Os resultados foram obtidos através da leitura visual e interpretação das titulações por escalas pré-determinadas, também foram avaliadas as reações através de “escaneamento” eletrônico. Todos os testes foram realizados em triplicata. Os resultados demonstraram a atividade de enzimas específicas pertencentes ao grupo das peptídeo hidrolases (100%), fosfohidrolases (98,3%) e éster hidrolases (91,6%), enquanto que as enzimas α-galactosidase, β-galactosidase, β-glicuronidase, α-manosidase e α-fucosidase caracterizaram 10% de todos os isolados. Além disso, não se comprovou a viabilidade do sistema utilizado no estudo para a caracterização enzimática da levedura.
Abstract Malassezia spp. are lipophilic fungi, which have been recognised for over a century as members of the normal human cutaneous flora, and also as agents of certain skin diseases. In addition, since the 1980s, they have been reported as causing opportunistic systemic infections. These yeasts have frequently been found on a diverse range of other warm-blooded animals, and their wider distribution in nature is now being explored using molecular techniques. The focus of the present study was the species no lipid-dependent Malassezia pachydermatis, and its characterization through the enzymatic profile by the Api-Zym® system. Then 30 isolated samples of dogs had been used, with and without clinical signals, identified by the technique of Polymerase Chain Reaction (PCR). The samples were cultivated into Dixon’s modified medium, incubated at 37°C during 48 hours, for posterior quantification through spectrophotometry. An inocula of 65 μl was placed in each microwell of the commercial kit of enzymatic verification and, after, it was incubated at 37ºC for 4h. The results were obtained through the visual reading and interpretation of the titulations by predetermined scales, it were also evaluated the reactions through electronic scanning. All the tests were performed in triplicate. The results demonstrated the activity of specific enzymes pertaining to the group of the peptide hydrolases (100%), phosphohydrolases (98,3%) and ester hydrolases (91,6%), while the enzymes α-galactosidase, β-galactosidase, β-glucuronidase, α-mannosidase and α-fucosidase characterized 10% off all the isolates. Moreover, it was not proven the viability of the system used in the study for the enzymatic characterization of the yeast.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/29065
Arquivos Descrição Formato
000775147.pdf (582.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.