Repositório Digital

A- A A+

Reflexões sobre o uso exclusivo da língua-alvo em sala de aula de inglês (LE) : perspectiva dos professores de um curso livre

.

Reflexões sobre o uso exclusivo da língua-alvo em sala de aula de inglês (LE) : perspectiva dos professores de um curso livre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reflexões sobre o uso exclusivo da língua-alvo em sala de aula de inglês (LE) : perspectiva dos professores de um curso livre
Autor Kobielski, Natalie Leal
Orientador Alves, Ubiratã Kickhöfel
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Língua Moderna: Inglês: Licenciatura.
Assunto Aquisição da linguagem
Ensino de línguas
Língua inglesa
Língua materna
[en] EFL acquisition
[en] EFL teaching
[en] Mother language
Resumo Este estudo investiga as perspectivas dos professores de um curso livre frente ao uso exclusivo de língua-alvo em sala de aula de inglês como língua estrangeira (LE). Os participantes deste estudo foram 11 professores de uma escola de idiomas no Rio Grande do Sul. Os dados para a realização deste estudo foram obtidos através de um questionário escrito, respondido por todos os professores. As perguntas do questionário em questão versam sobre o uso, o tratamento dispensado e as vantagens e desvantagens da L1 na sala de aula de LE. Dentre os 11 professores participantes, 2 deles, ainda, tiveram uma de suas aulas de nível básico gravada em áudio. O material em áudio constituiu o meio usado para relacionar as respostas dos profissionais e sua prática. A metodologia empregada visa a atingir os principais objetivos específicos propostos pela pesquisa: (a) verificar se os professores fazem uso exclusivo da língua-alvo em suas aulas e descobrir as motivações para tal; (b) discutir teoricamente a concepção de aquisição de linguagem e os fatores que levam ou levariam os professores investigados a usarem a L1 em sala de aula e, finalmente, (c) estabelecer uma relação entre as concepções teóricas dos professores e a sua postura em sala de aula com relação ao uso da L1. Através deste estudo, pude verificar que os professores, em sua maioria, fazem uso exclusivo da línguaalvo, em função, sobretudo, da obrigatoriedade imposta pelo método da escola, bem como da perspectiva de que esta é a melhor maneira de aprender uma LE. Mostrou-se claro, também, que as concepções de aquisição de linguagem dos professores não podem ser classificadas sob o rótulo de uma única teoria de aquisição, pois suas práticas são compostas de um conjunto de fatores que ora contemplam uma escola de cognição, ora outra. A análise do material empírico possibilitou, no caso dos dois professores cujas aulas foram gravadas, verificar uma coerência entre as respostas do questionário e a prática destes profissionais.
Abstract This study investigates teachers’ perspectives towards the exclusive use of the target language (TL) in a classroom of English as a Foreign Language (EFL). The participants were 11 teachers from a language course in Rio Grande do Sul. The data for this study was gathered through a written questionnaire, answered by all the teachers. The questions from the questionnaire concern the use, the treatment and the advantages and disadvantages of first language (L1) use in the EFL classroom. Among the 11 participants, 2 of them had one of their beginner level lessons recorded in audio files. The audio files were used to relate the teachers’ answers and their practice. The methodology used aims to reach the following specific goals of the study: (a) verify if the teachers make exclusive use of the TL in their lessons and discover their reasons for that; (b) discuss the language acquisition theories that guide their practice and the reasons that lead or would lead teachers to use their L1 in the classroom; and finally (c) establish a relationship between teachers’ theoretical conceptions and their behavior in the classroom regarding L1 use. Throughout this study, I could verify that most of the teachers make exclusive use of the TL not only because of the methodological demands of the school they work at, but also because they consider it the best way to learn a foreign language. It was also clear that the teachers’ conceptions of language acquisition cannot be labeled under one acquisition theory only, because their practice is composed of a group of factors that contemplate sometimes one school, sometimes another. The analysis of the empirical material made it possible, with regard to the two teachers who had their lessons recorded, to verify some coherence between their questionnaire answers and the practice of these professionals.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/29150
Arquivos Descrição Formato
000775795.pdf (406.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.