Repositório Digital

A- A A+

Produção de vídeos a partir de obra literária nas aulas de língua inglesa : um estudo de caso

.

Produção de vídeos a partir de obra literária nas aulas de língua inglesa : um estudo de caso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Produção de vídeos a partir de obra literária nas aulas de língua inglesa : um estudo de caso
Autor Cunha, Fabiana de Souza
Orientador Polonia, Eunice
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Licenciatura.
Assunto Aprendizagem colaborativa
Ensino de língua estrangeira (inglês)
Ensino de línguas
Ensino de literatura
Língua inglesa : Ensino
Resumo Este trabalho propõe-se a investigar como estudantes de inglês como língua adicional desenvolvem um projeto pedagógico que alia o estudo de literatura estrangeira ao uso de tecnologia, avaliando qualitativamente as práticas contempladas durante o processo e suas possíveis contribuições para o aprendizado. O estudo da literatura permite ir além do foco comunicativo e gramatical do aprendizado de uma língua para o entendimento da produção literária como elemento social e histórico da sua cultura. A utilização de ferramentas tecnológicas na produção de tarefas, por sua vez, é recurso indispensável para os estudantes da geração homo zappiens (VEEN; VRAKKING, 2009). Os pressupostos teóricos e metodológicos desse estudo baseiam-se na teoria sociointeracionista de Vygotsky para o desenvolvimento de processos psicológicos superiores, nos estudos de Swain (2000) sobre tarefas cooperativas, e na abordagem transdisciplinar de ensino. A metodologia é qualitativa de estudo de caso. Os dados foram gerados a partir do projeto “Romeo and Juliet: from Shakespearean to Modern Times”, que propõe a criação de vídeos a partir de adaptações da história original do clássico “Romeo and Juliet”, de William Shakespeare. Os participantes são alunos da 8ª serie do ensino fundamental do colégio La Salle Santo Antônio, escola em que atuo como professora titular desde Agosto de 2008. Através da análise qualitativa da realização da atividade em seu contexto natural – aqui, a sala de aula – pude observar interação entre aprendizes de diferentes níveis de conhecimento na língua. Ao lerem a obra, assistirem a diferentes versões cinematográficas e produzirem suas próprias adaptações, os alunos transitaram entre diferentes meios semióticos, interpretando-os e posicionando-se criticamente. Na produção da história escrita, observei os alunos discutirem quanto ao uso da língua – metafala –, negociando e modificando suas construções textuais colaborativamente. Os vídeos produzidos, por fim, revelaram peculiaridades de cada grupo através de produções em diferentes formatos e gêneros.
Abstract This study aims at investigating how students of English as a second language develop a pedagogical project that combines the use of technology, through the production of videos, with the study of Literature, evaluating qualitatively the practices during the process and its possible contributions to learning. The study of Literature allows students to go beyond the communicative and grammatical focus of the language learning, towards the understanding of the literary production as a social and historical element of the foreign culture. The use of technological tools in the production of tasks is indispensable for the students who belong to the homo zappiens generation (VEEN; VRAKKING, 2009). The theoretical and methodological assumptions of this study are based on Vygotsky‟s socio-interactionist theory for the development of higher mental processes, on Swain‟s studies (2000) about collaborative tasks, and on the transdisciplinary approach. The research method is qualitative, in the form of a study case. Data were obtained through the project “Romeo and Juliet: from Shakespearean to Modern Times”, that proposed the creation of videos of adapted stories out of the original classic “Romeo and Juliet” by William Shakespeare. The participants are 8th grade students from La Salle Santo Antonio school, where I have worked as an English teacher since August, 2008. Through the qualitative analysis of the project in its natural context – here, the classroom – I could observe interaction among students of different levels of knowledge in the language. When reading the classic, watching two different movie versions of it and producing their own adapted stories, students moved on different semiotic means, interpreting them and critically positioning themselves. During the written production of the story, I could observe students discussing about language use and grammar – metalanguage – negotiating and changing their texts collaboratively, until coming to a final draft of them. The videos, finally, showed peculiarities of each group through productions in different formats and genres.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/29328
Arquivos Descrição Formato
000776667.pdf (3.982Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.