Repositório Digital

A- A A+

Eventos estressores em crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social de Porto Alegre

.

Eventos estressores em crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Eventos estressores em crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social de Porto Alegre
Outro título Stressing events in socially vulnerable children and adolescents in Porto Alegre
Autor Poletto, Michele
Koller, Silvia Helena
Dell'Aglio, Debora Dalbosco
Resumo presente artigo investigou a ocorrência e o impacto de eventos estressores para 297 crianças/ adolescentes em situação de vulnerabilidade social de Porto Alegre (ambos os sexos; 7-16 anos, M = 11,22; SD = 2,13). O grupo 1 (G1) consistiu em 142 participantes, que viviam com suas famílias e o grupo 2 (G2), em 155 institucionalizados. Todos foram entrevistados e responderam individualmente ao Inventário de Eventos Estressores na Infância/Adolescência. Os eventos estressores mais freqüentes para amostra total foram: cumprir ordens dos pais (85,2%); discussão com amigos (72,9%); morte de familiares (71,8%); reprovação escolar (69,2%); e brigas com irmãos (68%). Um teste t de Student revelou diferença significativa entre G1 e G2 (p< 0,001) na variável ocorrência de eventos estressores, sendo que G2 apresentou médias mais altas (M = 26,79; SD = 8,67) que G1 (M = 19,16; SD = 9,37). Os eventos que tiveram maior impacto na amostra estudada foram: morte dos pais e amigos, estupro, rejeição de familiares e sofrer violência. Não houve diferença significativa entre meninos e meninas (p>0,05). A alta ocorrência e impacto de eventos estressores expõem a situação de vulnerabilidade social e familiar, presença de violência e privação de recursos em ambos os grupos.
Abstract This paper investigated the occurrence and impact of stressing events for 297 low- income children/ adolescents (both sexes; 7-16 years, M =11.22; SD = 2.13) in the city of Porto Alegre. Group 1 (G1) consisted of 142 participants (living with their families) and Group 2 (G2) of 155 institutionalized individuals. All were individually interviewed and answered the Stressing Events Inventory for Children/ Adolescents. The most frequent stressing events for the sample were: follow orders given by the parents (85.2%); quarrels with friends (72.9%); death of relatives (71.8%); failure at school (69.2%); and rivalry of siblings (68%). Student’s t-test revealed significant difference between groups (p <0,001) regarding the occurrence of stressing events, G2 presented higher scores (M = 26.79; SD = 8.67) than G1 (M = 19.16; SD = 9.37). The events that caused the greatest impact upon the studied group were: death of parents and friends, rape, rejection by relatives and violence. There was no significant difference between sexes (p>0.05). The high frequency and strong impact of stressing events reveal the situation of social and familiar vulnerability, presence of violence and lack of resources in the whole group.
Contido em Ciência & saúde coletiva. Rio de Janeiro. Vol. 14, n. 2 (mar./abr. 2009), p. 455-466.
Assunto Adolescente
Criança
Estresse
Fatores de risco
Vulnerabilidade
[en] Adolescents
[en] Children
[en] Impact
[en] Stressing events
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/29387
Arquivos Descrição Formato
000748442.pdf (75.69Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.