Repositório Digital

A- A A+

Playing dead to stay alive: death-feigning in Liolaemus occipitalis (Squamata: Liolaemidae)

.

Playing dead to stay alive: death-feigning in Liolaemus occipitalis (Squamata: Liolaemidae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Playing dead to stay alive: death-feigning in Liolaemus occipitalis (Squamata: Liolaemidae)
Autor Santos, Mauricio Beux dos
Oliveira, Mauro Cesar Lamim Martins de
Verrastro Viñas, Laura
Tozzetti, Alexandro Marques
Resumo A pressão exercida pela predação é a principal força seletiva que direciona o estabelecimento de uma série de mecanismos de defesa por parte das espécies. Esses mecanismos são eficientes na medida em que limitam a capacidade dos predadores em detectar, reconhecer ou subjugar suas presas. Em lagartos, por exemplo, os comportamentos defensivos mais frequentemente citados na literatura são a autotomia caudal e a fuga. Além disso, em resposta a estímulos externos, alguns lagartos podem exibir um comportamento peculiar: fingem-se de mortos (tanatose). Neste estudo descrevemos o primeiro registro de tanatose em uma população de Liolaemus occipitalis em área de dunas costeiras no extremo Sul do Brasil. Um total de 86 indivíduos foram testados. Durante o manuseio, 75,6% dos lagartos exibiram o comportamento de tanatose. A duração deste comportamento foi maior quando o observador permanecia a distâncias mais curtas dos lagartos, sugerindo uma capacidade de L.   occipitalis em avaliar o risco de predação.
Abstract Predation is the major selective force that drives the development of a series of defense mechanisms by the species. These mechanisms are efficient in that it limits the ability of predators to detect, recognize and subdue their prey. In lizards for example, the tail loss and locomotor escape are the most common defensive behavior reported on the literature. Additionally, in response to external stimuli, some lizards exhibit a peculiar defensive behavior: death-feigning or thanatosis. Here we describe the first record of death-feigning in a population of Liolaemus occipitalis in a coastal sand dune habitat in Southernmost Brazil. A total of 86 individuals were tested. During handling 75.6% of lizards feigned death. The duration of this behavior was longer when the observer remained closer to the lizards, suggesting the ability of L. occipitalis to evaluate the predation risk.
Contido em Biota Neotropica. Campinas. Vol. 10, n. 4 (out./dez. 2010), p. 361-364
Assunto Comportamento animal
Liolaemus occipitalis
Tanatose
[en] Behavior
[en] Pampa
[en] Restinga
[en] Sand-dune lizard
[en] Thanatosis
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/29497
Arquivos Descrição Formato
000769341.pdf (5.513Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.