Repositório Digital

A- A A+

Estimativa do impacto econômico da implantação de um protocolo hospitalar para detecção e tratamento precoce de sepse grave em hospitais púbicos e privados do sul do Brasil

.

Estimativa do impacto econômico da implantação de um protocolo hospitalar para detecção e tratamento precoce de sepse grave em hospitais púbicos e privados do sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estimativa do impacto econômico da implantação de um protocolo hospitalar para detecção e tratamento precoce de sepse grave em hospitais púbicos e privados do sul do Brasil
Outro título Estimate of the economic impact of implementing an in hospital protocol for the early detection and treatment of severe sepsis in public and private hospitals in southern Brazil
Autor Koenig, Alvaro
Picon, Paulo Dornelles
Feijó, Janaina
Silva, Eliezer
Westphal, Glauco Adrieno
Resumo Objetivo: Analisar o impacto econômico de um protocolo de detecção precoce de sepse em dois hospitais gerais. Métodos: Analisamos os dados colhidos em um estudo prospectivo em pacientes sépticos antes e após a implantação do protocolo de detecção precoce de sepse grave. Realizamos uma análise de custo-efetividade comparando: taxa de mortalidade, custo do tratamento da sepse e custos indiretos atribuídos a anos de vida produtiva perdidos por óbito prematuro em ambas as fases. Resultados: Foram incluídos 217 pacientes, 102 na Fase I e 115 na Fase II. Após a implantação do protocolo, em hospital privado e em hospital público, as taxas de mortalidade caíram de 50% para 32,2%, e de 68,6% para 41% (p<0,05). A média de anos de vida produtiva perdida devida a sepse caiu de 3,18 para 0,80 e de 9,81 para 4,65 (p<0,05) com um ganho médio de 2,38 e 5,16 anos de vida produtiva para cada paciente séptico. Considerando o produto interno bruto per capita do Brasil, a estimativa de produtividade perdida devida a sepse caiu entre 3,2 e 9,7 bilhões de dólares americanos, variando com base na incidência de sepse. Os custos hospitalares foram similares em ambas as fases. Conclusão: Um protocolo para detecção e tratamento precoce em pacientes hospitalizados com sepse é altamente custo- efetiva do ponto de vista social.
Abstract Objective: To analyze the economic impact of an early sepsis detection protocol in two general hospitals. Methods: We analyzed data collected from a prospective study of septic patients before and after the implementation of a protocol for early diagnosis of severe sepsis. We conducted a cost-effectiveness analysis comparing: mortality rate, cost of sepsis treatment and indirect costs attributed to years of productive life lost to premature death in both phases. Results: Two hundred seventeen patients were included, 102 in phase I and 115 in phase II. After protocol implementation, in private and public hospital, mortality rates decreased from 50% to 32.2% and from 67.6% to 41% (p < 0.05). The mean years of productive life lost due to sepsis decreased from 3.18 to 0.80 and 9.81 to 4.65 (p < 0.05), with a mean gain of 2.38 and 5.16 years of productive life, for each septic patient. Considering Brazilian gross domestic product per capita, estimated productivity loss due to sepsis decreased between 3.2 and 9.7 billion US dollars, varying based on the incidence of sepsis. Hospital costs were similar in both phases. Conclusion: A protocol for early detection and treatment of in-hospital septic patients is highly cost-effective from a societal perspective.
Contido em Revista brasileira de terapia intensiva. Rio de Janeiro. Vol. 22, n. 3 (2010), p. 213-219
Assunto Análise custo-benefício
Sepse
[en] Brazil
[en] Cost-benefit analysis
[en] Sepsis/diagnosis
[en] Sepsis/economics
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/29500
Arquivos Descrição Formato
000770081.pdf (134.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.