Repositório Digital

A- A A+

Análise da relação conduta-desempenho das grandes empresas agrícolas na expansão da produção de grãos no Uruguai

.

Análise da relação conduta-desempenho das grandes empresas agrícolas na expansão da produção de grãos no Uruguai

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise da relação conduta-desempenho das grandes empresas agrícolas na expansão da produção de grãos no Uruguai
Autor Spinetti, Rodrigo Noel Saldías
Orientador Waquil, Paulo Dabdab
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios. Programa de Pós-Graduação em Agronegócios.
Assunto Agronegócio
Grao
Produção agrícola
Uruguai
[en] Agricultural expansion
[en] Key companies
[en] Panel data regression
[en] Structure-conduct-performance
[en] Uruguay
[es] Estructura-conductaresultados
[es] Expansión de la agricultura
[es] Principales empresas
[es] Regresión con datos de panel
[es] Uruguay
Resumo A área de cultivos de sequeiro no Uruguai quadriplicou-se na ultima década como consequência dos aumentos nos preços das commodities, do crescimento da soja e da rápida consolidação da lógica empresarial na produção de grãos. A conduta das principais empresas agrícolas mudou a realidade do setor, aumentando a concentração da terra e deslocando outras atividades. Novas regiões começaram a ser utilizadas para a agricultura e o incremento da demanda pelos arrendamentos da terra elevou os preços e dificultou o acesso a este recurso. Utilizando como referencial teórico o paradigma Estrutura-Conduta-Desempenho da Organização Industrial, a pesquisa foi realizada com o objetivo de identificar e analisar como as variáveis da conduta empresarial afetaram os resultados, consolidando assim o processo de expansão agrícola no Uruguai. Foram realizadas entrevistas com experts visando identificar as empresas a serem entrevistadas, das quais seis responderam sobre as suas estratégias e resultados no período 2004/05 a 2008/09. Os dados foram analisados com ferramentas de estatística descritiva, matrizes de correlações e pela construção de modelos de regressão com dados em painel, visando identificar variáveis da conduta que explicassem a expansão da área e da produção, além das variações na produtividade e nas margens líquidas por hectare. Os modelos foram testados em três subgrupos de variáveis, aquelas pertencentes à totalidade da empresa, à produção de soja e do trigo. Os resultados demonstram que a maior distribuição dos sistemas de produção nas regiões do Uruguai e a proporção de terra arrendada tiveram efeito estatisticamente significativo e positivo na expansão da área e da produção, indicando a importância destas duas estratégias nos resultados. Apesar de que o arrendamento da terra tenha permitido gerar incrementos na área e na produção do bloco de empresas, teve um efeito negativo na produtividade da soja. Isto confirmou a necessidade de desenvolver mais eficientes processos de produção, aprimorando as parcerias com os proprietários da terra, perspectivas que foram apontadas pelas empresas. Após a realização desta pesquisa, estima-se que a continuidade da expansão agrícola ocorra a partir de ajustes nos processos de produção mais do que por novos aumentos importantes da superfície.
Abstract Uruguayan dry land cropping has quadrupled in the last decade as a result of important increases in commodities prices, the growth in soybean cropping, and the fast consolidation of grain production enterprise models. The actions of the most important agricultural companies have modified the sector’s reality, increasing the land concentration and relocating other activities. New regions began being used for cropping and the increase in demand for land to lease resulted in higher rental values and more difficulty of access to this resource. Using the Structure-Conduct-Performance paradigm of the Industrial Organization as a theoretical reference, the research was carried out with the aim of identifying and analyzing how enterprise conduct variables affected the results, therefore consolidating the agricultural expansion process in Uruguay. Expert interviews were carried out, with the aim of identifying the companies to be later analyzed. Six of them reported their strategies and results in the period between 2004/05 and 2008/09. Data processing and analysis were undertaken through the descriptive statistic study, correlations matrices and through the construction of panel data regression models. This was developed with the aim of identifying enterprise conduct variables which explained the area and productive expansions, apart from productivity variations and net margins per hectare. Models were evaluated in three sub-groups of variables; those that belonged to the whole company and the ones related to wheat or soybean production. Results indicate that an increase in territorial diversification of production areas in the different Uruguayan regions, and the proportion of leased land had a statistically significant and positive effect on area and production expansion, which indicates the significance of these two strategies in the companies’ results. Although land leasing allowed an increase in production and area, it had a negative effect on the soybean productivity. This situation reaffirms the need to develop more efficient production processes, by improving relationships with land owners, a fact that was rated as highly relevant by the companies. Through this research, it can be conclude that the continuity of agricultural expansion will take place through production-process improvements, rather than through significant increases in the cropping areas.
Resumen La superficie de cultivos de secano en Uruguay se cuadriplicó en la última década como resultado de importantes aumentos en los precios de las commodities, del crecimiento de la soja y de la rápida consolidación de modelos empresariales en la producción de granos. La conducta de las principales empresas agrícolas modificó la realidad del sector, aumentando la concentración de la tierra y reubicando otras actividades. Nuevas regiones comenzaron a ser utilizadas para la agricultura y el incremento de la demanda por arrendamientos de tierra elevó sus precios y dificultó el acceso a este recurso. Utilizando como referencial teórico el paradigma Estructura-Conducta-Resultados de la Organización Industrial, el trabajo fue realizado con el objetivo de identificar y analizar como las variables de la conducta empresarial afectaron los resultados, consolidando así el proceso de expansión agrícola en Uruguay. Fueron realizadas entrevistas a experts, con el objetivo de identificar a las empresas que posteriormente fueron analizadas. Seis de ellas respondieron sobre sus estrategias y resultados en el período comprendido entre la zafra 2004/05 y 2008/09. El procesamiento y análisis de los datos se hizo a partir del estudio de estadística descriptiva, matrices de correlaciones y a partir de la construcción de modelos de regresión con datos de panel. Esto fue realizado con el objetivo de identificar variables de la conducta empresarial que explicaron la expansión del área y la producción, además de las variaciones en la productividad y en los márgenes neto por hectárea. Los modelos fueron evaluados en tres subgrupos de variables, aquellas que pertenecían a la totalidad de la empresa y las relacionadas con la producción de soja o de trigo. Los resultados indican que la mayor diversificación territorial de los sistemas de producción en las diferentes regiones de Uruguay y la proporción de tierra arrendada tuvieron un efecto estadísticamente significativo y positivo en la expansión del área y la producción, lo que indica la importancia de estas dos estrategias en los resultados de las empresas. A pesar de que el arrendamiento de la tierra permitió aumentar la producción y área, tuvo un efecto negativo en la productividad de la soja. Esto situación reafirma la necesidad de desarrollar procesos de producción más eficientes, mejorando las relaciones con los propietarios de la tierra, situaciones que fueron evaluadas como muy relevantes por las empresas. A partir de este trabajo se concluye que la continuidad de la expansión agrícola tendrá lugar a partir de mejoras en los procesos de producción y no por nuevos aumentos significativos en la superficie.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/29546
Arquivos Descrição Formato
000776571.pdf (1.121Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.