Repositório Digital

A- A A+

Gestão de custos no transporte rodoviário de cargas

.

Gestão de custos no transporte rodoviário de cargas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gestão de custos no transporte rodoviário de cargas
Autor Becker, Daiana Maria
Orientador Bandeira, Denise Lindstrom
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração.
Assunto Controle de custos
Gestão de custos
Transporte rodoviário de cargas
Resumo Esta pesquisa desenvolveu-se em torno da construção de uma ferramenta de controle de custos para o transporte rodoviário de cargas, buscando salientar a importância da gestão de custos. Os dados usados nas análises foram coletados junto à Brutto Transportes e, portanto, refletem a realidade de uma empresa em atividade. Através de planilhas, entrevistas e pesquisas no sistema de informação da empresa a base da dados para este estudo foi composta. A ferramenta desenvolvida permite visualizar os custos de cada rota de transporte e, consequentemente, gerar informações de nível gerencial para apoiar a tomada de decisões. As análises levaram em consideração o ponto de equilíbrio operacional, a margem de contribuição e o volume de vendas necessário para atingir o ponto de equilíbrio. Foi usada a classificação de custos fixos e variáveis proposta por Faria e Costa (2008), sendo que peças, assessórios e material de manutenção, combustível, pneus, lubrificantes, pedágios e lavagens são considerados custo fixo, enquanto salários de motoristas e ajudantes, depreciação e seguro dos veículos, IPVA, seguro obrigatório e manutenção são considerados custos variáveis. Avaliou-se também a alavancagem operacional de cada rota estudada, através da relação entre custos fixos e variáveis proposta por Hayes (2009). Observou-se que a maioria das rotas opera muito perto da linha determinada pelo ponto de equilíbrio operacional, ou seja, obtém lucro, porém não significativo o suficiente para garantir a estabilidade da rota na ocorrência de despesas extras, tais como manutenções de custo mais elevado. Ainda foi possível verificar que duas rotas se destacaram, uma pelo excelente desempenho e a outra pelo resultado bastante negativo. Conclui-se que a falta de gestão de custos não impede a obtenção de bons resultados num âmbito geral. No entanto, o controle de custos viabiliza a visualização dos resultados, tanto positivos como negativos, e consequentemente aponta deficiências e oportunidades para melhorar o desempenho da empresa.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/29823
Arquivos Descrição Formato
000774167.pdf (380.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.