Repositório Digital

A- A A+

Assédio moral : um estudo no ambiente bancário

.

Assédio moral : um estudo no ambiente bancário

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Assédio moral : um estudo no ambiente bancário
Autor Ladwig, Luciane Marisa Kern Soares
Orientador Piccinini, Valmiria Carolina
Co-orientador Martins, Bibiana Volkmer
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração.
Assunto Assédio moral
Setor bancário
Resumo O assédio moral no ambiente de trabalho tem se propagado, principalmente, dentro do novo modelo de organização do trabalho, dentro de contextos submetidos ao estresse (HIRIGOYEN, 2009, p. 188). O segmento bancário, por suas características específicas, é bastante propício ao estresse, em especial depois de seguidas reestruturações e cortes de pessoal que ocorreram a partir dos anos 90. Este estudo pretendeu identificar e analisar as concepções de assédio moral existentes na Agência Stigma do Banco Alfa, identificando o que os funcionários e gerentes da agência Stigma entendem por assédio moral, como estas percepções refletem nas relações de trabalho, analisar se as normas existentes funcionam para combater a prática de assédio moral e se estas normas são consideradas suficientes pelos funcionários. Para tanto, optou-se por uma pesquisa com abordagem qualitativa, na qual os dados foram coletados aplicando-se questionário com questões fechadas e entrevista semi-estruturada, obtendo-se desta forma dados numéricos e informações em profundidade sobre o tema. A análise se deu por descrição e analise de conteúdo. Procurou-se relacionar o que Hirigoyen (2009) descreve como assédio moral no trabalho, ao que os funcionários da agência pesquisada entendem sobre o tema. Nos resultados obtidos, constatou-se que as percepções dos funcionários são diferentes nos dois segmentos pesquisados. O segmento gerencial é mais tolerante com comportamentos abusivos, enquanto que o segmento não gerencial tem melhor percepção sobre como ocorre o assédio. Os reflexos do assédio nas relações de trabalho são percebidos na forma de insegurança, medo, desânimo e baixa produtividade. Foi constatado também que os funcionários não consideram as normas existentes suficientes, nem eficientes para o combate ao assédio, principalmente em razão da pouca divulgação destas normas e da pouca informação existente, além de se sentirem inseguros quanto à utilização das normas como ferramenta de combate ao assédio, por considerarem que pode haver retaliações aos funcionários que as utilize. Portanto, a disponibilização de informação e a discussão sobre o tema com todos os funcionários, são fundamentais para a conscientização sobre o fenômeno, tornando possível o combate a este tipo de violência.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/29838
Arquivos Descrição Formato
000772728.pdf (988.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.