Repositório Digital

A- A A+

A alocação dos custos da administração central das empresas comerciais

.

A alocação dos custos da administração central das empresas comerciais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A alocação dos custos da administração central das empresas comerciais
Autor Marinho, Antonio Ricardo Monteiro
Orientador Ornstein, Rudolf
Data 1994
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Alocacao : Custo : Empresa : Contabilidade : Comercio : Centralizacao administrativa
Resumo O presente estudo versa sobre a alocação dos custos da administração central das empresas comerciais. A pesquisa abrangeu 30 empresas comerciais com administração central, localizada em Porto Alegre e grande Porto Alegre, possuindo cada empresa uma rede de lojas. O trabalho se desenvolve apresentando as características das empresas, os procedimentos adotados para alocação dos custos centrais, os motivos da escolha de um método de alocação, a aceitação do método e as afirmações relativas à não utilização de um método de alocação dos custos da administração central. De posse das informações obtidas foi possível proceder uma análise, à luz da teoria existente, e destacar alguns pontos considerados de grande relevância para o conhecimento dos procedimentos adotados pelas empresas sobre alocação dos custos da administração central. Considerando o total das empresas examinadas, foi constatado que mais da metade, 53,3%, alocam os custos da administração central para as lojas. A maioria das empresas que alocam os custos centrais utilizam o método de alocação global, sendo que a base de alocação mais utilizada é a Receita Bruta da Loja. Os resultados do estudo evidenciam informações úteis e necessárias para a execução do controle gerencial de uma organização, atendendo a um dos principais objetivos da Contabilidade, que é o de fornecer subsídios para a tomada de decisões sobre a gestão do patrimônio da entidade.
Abstract This study addresses the process employed by retail organizations for allocating their indirect corporate costs to their various outlets. Thirty retail firms localized in the Porto Alegre metropolitan area and having central management, farm the subject of this analysis. The text will show the characteristics of these firms, the methods used for allocating the costs of their central administration, the reasons for adopting a certain method and, finally, present the reasons given by those enterprises which opted for not allocating at all their expenses of central management. Based on information obtained from the firms which participated in our inquiry, and, taking in account the existing thearies, certain aspects deemed of special relevance will be analyzed. From a total of 30 firms, only a little more than half, or exactly 53,3%, do allocate the costs of their central management. The majority of these firms prefer the simple method of global allocation, selecting the value of total sales as their criterion. The results of this study should provide important and useful information to the managers who control such organizations, keeping in mind one of the principal objetives of accounting which is supplying elements for decision making and asset control.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/29924
Arquivos Descrição Formato
000256325.pdf (3.124Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.