Repositório Digital

A- A A+

A qualidade de vida dos funcionários e a exigência do cumprimento de metas

.

A qualidade de vida dos funcionários e a exigência do cumprimento de metas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A qualidade de vida dos funcionários e a exigência do cumprimento de metas
Autor Moraes, Suzi Regina Dias
Orientador Piccinini, Valmiria Carolina
Co-orientador Schujmann, Adriana
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração.
Assunto Qualidade de vida no trabalho
Satisfação no trabalho
Resumo Na atual realidade econômico-financeira proveniente dos mercados internacionalizados percebe-se a alta competitividade corporativa e a busca incessante por formas organizacionais que favoreçam a redução de custos com crescimento da produtividade. Nesse intuito as empresas estabelecem metas a serem alcançadas por seus colaboradores instituídas em consonância com a capacidade do mercado em que estão inseridas, interferindo na qualidade de vida no trabalho (QVT). O presente estudo visou responder à questão de como o estabelecimento de metas interfere na qualidade de vida no trabalho dos funcionários do Banco Beta em agências da região sul do Rio Grande do Sul. Para alcançar as respostas a este questionamento foi realizada pesquisa documental através de consulta à intranet corporativa, onde se identificou o método de estabelecimento de metas da organização em estudo e os resultados alcançados no primeiro semestre de 2010; das dez agências pesquisadas somente duas alcançaram na totalidade as metas estabelecidas reafirmando a idéia da presença de metas inadequadas à realidade das agências. Realizou-se também pesquisa quantitativa e qualitativa através da aplicação de questionário com questões fechadas e abertas desenvolvidas a partir do modelo de Walton, através do qual se tornou possível verificar que os fatores Condições de Trabalho e Compensação Justa e Adequada estão fortemente relacionados com a insatisfação dos respondentes sendo apontados como prejudiciais a sua QVT, isso ocorre devido à sobrecarga de trabalho e estresse provenientes da cobrança e pressão excessivas pelo alcance das metas, e ainda, pela percepção dos funcionários do recebimento de remuneração incompatível com o trabalho desenvolvido. Em contrapartida, os fatores Integração Social na Organização, Constitucionalismo e Trabalho e Espaço Total de Vida exercem influência positiva apresentando o bom relacionamento entre colegas, a comunicação facilitada entre superiores e subordinados e a conciliação de vida profissional com pessoal como favoráveis a uma melhor qualidade de vida no trabalho. Foi avaliada a relação entre o alcance das metas e a QVT existente através do coeficiente de Yule onde se verificou uma correlação positiva muito forte entre as duas variáveis, o que significa que ambas são alcançadas simultaneamente. As metas, segundo respostas obtidas no instrumento de pesquisa, interferem na qualidade de vida no trabalho de duas formas: motivando os funcionários quando adequadas ao mercado local existente e à capacidade produtiva das agências, ou causando desgaste emocional quando há excessos prejudicando a saúde dos funcionários e gerando neles sensação de incapacidade. Assim, pode-se afirmar que este estudo alcançou o seu objetivo revelando que realmente há uma forte relação entre as metas e a QVT existente nas agências, pois, embora existam diversos pontos positivos na organização, as metas elevam o fluxo de trabalho por determinados períodos por terem prazos específicos para o seu atingimento, gerando sobrecarga de trabalho e estresse.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/30258
Arquivos Descrição Formato
000779776.pdf (330.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.