Repositório Digital

A- A A+

Investigando práticas de extensão-popular na Universidade Federal do Rio Grande

.

Investigando práticas de extensão-popular na Universidade Federal do Rio Grande

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Investigando práticas de extensão-popular na Universidade Federal do Rio Grande
Autor Feijó, Nicole Marques
Orientador Goulart, Sueli
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Educação
Extensão universitária : Rio Grande do Sul Brasil
Fundação Universidade Federal do Rio Grande.
Sociedade
Universidade
[en] Education
[en] People
[en] Popular extension
[en] Society
[en] University
Resumo Esta dissertação surge das inquietações da pesquisadora sobre a relação universidade e sociedade. Tem como questão norteadora entender quais as categorias do pensamento de Paulo Freire e Antonio Gramsci que contribuem para delinear o construto extensão-popular e como se expressam nas práticas de uma universidade pública do Rio Grande do Sul. Para tanto se recorreu à sociologia e à pedagogia contemporânea, considerando o entrelaçamento dos diferentes acontecimentos da realidade com a sociologia de Antonio Gramsci e a pedagogia de Paulo Freire. A partir das teorias desses autores foi possível orientar o estudo a respeito da extensão-popular num sentido teórico-empírico. Teoria e prática se complementam. Tem-se então um estudo qualitativo, em que a estratégia de pesquisa é o estudo de caso. Os elementos para análise foram obtidos através de pesquisa documental, observação direta, diário de campo e entrevistas feitas com os extensionistas da Universidade Federal do Rio Grande, tanto coordenadores dos projetos de extensão como alunos e com as comunidades envolvidas nos projetos de extensão. Para a análise dos dados, a metodologia escolhida foi a Análise do Discurso. A realização da AD implica perguntar que relações sociais mantidas e divulgadas através da linguagem querem ser estudadas; no caso desse estudo, trata-se da relação da FURG com a comunidade, através das suas ações de extensão. Os resultados da análise apontam que a extensão, sendo parte do processo educacional, mostra-se contraditória mesmo sendo estudada dentro de uma única universidade. A desarmonia de olhares às ações de extensão, tanto por parte dos extensionistas como das comunidades, mostrou que a universidade ainda não consegue estreitar sua relação com a sociedade ao ponto de configurar a extensão-popular com as características do construto delineado neste trabalho. Sendo assim, todas as atividades de extensão da FURG estudadas apresentaram elementos da extensão-popular; entretanto, esses elementos estão isolados, o que faz com que existam apenas indícios dessa forma de extensão, prevalecendo ainda a forma hegemônica das atividades extensionitas.
Abstract This dissertation arises from the researcher's concerns about the relation between university and society. Its guiding question is to search which thought’s categories of Paulo Freire and Antonio Gramsci contribute to delineate the construct popular extension and how they express itself in the practices of a Rio Grande do Sul's university. For that purpose, sociology and contemporary pedagogy are resorted to, considering the interlacing of the different reality happenings with Antonio Gramsci's sociology and Paulo Freire's pedagogy. From these authors' theories, it was possible to guide the study regarding popular extension in a theoricempiric sense. Theory and practice complement each other. From that, a qualitative study appears, in which research strategy is the case study. The elements for analysis were obtained through documental research, direct observation, field notebook and interviews with Universidade Federal do Rio Grande's extensionists, both extension projects coordinators and students, and with the people involved with the extension projects. For the data analysis, the chosen method was Discourse Analysis. DA's realization implies asking which social relations sustained and divulged through language want to be explained; in this study's case, it's about FURG's relation with the people mediated by the extension actions. This analysis' results point that the extension, being part of the educational process, reveals itself to be contradictory even though it's studied inside only one university. The disharmony of looks, from both extensionists and the people, towards extension actions, showed that the university still can't narrow its relation with society to the point of configuring popular extension with the characteristics of the construct constructed in this essay. Therefore, all FURG's studied extension activities presented elements of popular extension, but these elements are isolated, thus existing merely traces of this form of extension, still predominating the hegemonic form of these extensionists activities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/30382
Arquivos Descrição Formato
000781085.pdf (3.033Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.