Repositório Digital

A- A A+

Dinâmica de configuração de regras para inovação : um olhar complexo e interteórico numa organização de pesquisa agrícola do agronegócio orizícola do Rio Grande do Sul

.

Dinâmica de configuração de regras para inovação : um olhar complexo e interteórico numa organização de pesquisa agrícola do agronegócio orizícola do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Dinâmica de configuração de regras para inovação : um olhar complexo e interteórico numa organização de pesquisa agrícola do agronegócio orizícola do Rio Grande do Sul
Autor Dias, Marcelo Fernandes Pacheco
Orientador Pedrozo, Eugenio Avila
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios. Programa de Pós-Graduação em Agronegócios.
Assunto Agronegócio
Arroz
Pesquisa agricola
Rio Grande do Sul
[en] Complexity
[en] Innovation
[en] Interdisciplinarity
[en] Rice
[en] Rules
[en] Settings
Resumo Dois temas são característicos do contexto atual das organizações. Um, já consolidado, é o aumento da velocidade das inovações; o outro, é a necessidade de incorporar a perspectiva emergente da sustentabilidade nas práticas de inovação. A Teoria Neoschumpeteriana busca obter um domínio desses fenômenos dinâmicos da realidade econômica, em que a inovação, principalmente a tecnológica, é identificada como a força maior que propulsiona a dinâmica econômica. Entretanto, Hanusch e Pyka (2007) criticam a Teoria Neoschumpeteriana por entenderem que o desenvolvimento dos sistemas econômicos modernos incorpora a inovação tecnológica, assim como também a inovação organizacional, institucional e social e, por isso, os novos frameworks para estudos de sistemas econômicos, precisariam incorporar características de complexidade através do trânsito em diferentes teorias relevantes, levando em conta as raízes da Teoria Neoschumpeteriana, o que eles próprios não fazem. Assim, o objetivo geral de pesquisa foi o de propor um framework interteórico e complexo sobre a dinâmica da inovação e fazer a sua aplicação no Instituto Rio-Grandense do Arroz - IRGA. A metodologia utilizada foi de estudo de caso. Os dados foram coletados através de entrevistas e documentos. Cada uma das etapas realizadas na metodologia foi apoiada num estudo, a priori, sobre métodos que capturavam características de complexidade. A utilização de uma lógica abdutiva, prevista na metodologia, com constantes idas e vindas entre os conceitos teóricos construídos a priori e as informações advindas do campo empírico, fez emergir o conceito teórico de sistema econômico, como uma configuração complexa de múltiplos níveis de regras que se relacionam ao longo do tempo e se sucedem. Neste sentido, a presente pesquisa avançou ao identificar a emergência de regras, oriunda das teorias usadas, como uma qualidade nova e central, que em múltiplos níveis, compõe as configurações, que evoluem ao longo do tempo. Este avanço possibilitou estudar a história econômica do IRGA, não da perspectiva operacional, mas da perspectiva das regras genéricas, de maior nível, e das regras de menor nível associadas à regra genérica, numa perspectiva de configurações dinâmicas que evoluem, focado em inovações. A lógica abdutiva possibilitou avanços metodológicos na aplicação do método de análise qualitativa comparativa (QCA) no estudo das dinâmicas de configurações, já que o método tinha até então, sido aplicado numa abordagem estática. Os resultados indicaram, ainda, a presença de cinco regras genéricas no contexto de pesquisa do IRGA. O IRGA inseriu predominantemente, em suas atividades, de pesquisa a regra genérica de mais produtividade agrícola. As regras genéricas de gestão ambiental da propriedade agrícola, aumento do consumo do arroz, aumento da renda para o produtor foram inseridas nas atividades de pesquisa de modo marginal. A regra genérica denominada de negócios ambientais nas beneficiadoras de arroz ainda não foi inserida nas atividades de pesquisa do IRGA. A dinâmica de inserção destas regras genéricas no IRGA ocorre através de oito configurações de regras de nível zero e de segunda ordem, que seguem um conjunto de fases que foram denominadas de pré-distúrbio, origem, adoção, retenção e declínio. Uma característica nesta dinâmica é de que somente ocorreu a mudança de fase da regra genérica quando determinadas regras de segundo e de ordem zero estavam presentes. Como as fases de evolução das regras genéricas ocorreram em diferentes anos, no período entre 1969 e 2009, a combinação destas fases gerou seis configurações temporais de regras para inovação no IRGA.
Abstract Two themes are characteristic of the organizations on the current context. One is already established that is the increasing innovations speed. The other one is the need to incorporate the sustainability‘s emerging perspective in innovation practices. The Neo-Schumpeterian Theory seeks to obtain a domain on these dynamic phenomena of the economic reality, in which the innovation, especially technological, is identified as its greater propellent force. However, Hanusch and Pyka (2007) criticize the Neo-Schumpeterian Theory for understanding that the development of modern economic systems incorporate the technological innovation, as well as the organizational innovation, institutional, and social. Therefore, the new frameworks for the economic systems studies would need to incorporate some complexity features through traffic in different and relevant theories, taking into account the Neo-schumpeterian Theory roots, which they themselves do not do. Thus, the overall objective of this research was to propose an inter-theoretical and complex framework on the innovation dynamics and to make its application at the IRGA (Instituto Rio-Grandense de Arroz - Rice Institute of Rio Grande do Sul State, Brazil). We used the case study methodology. Data were collected by some interviews and from some documents. Each of the used methodology steps was supported in a priori study on methods that captured the complexity characteristics. The economic system‘s theoretical concept as a complex configuration of the multiple rules levels related over the time, and that succeed itself, came from an abductive logic use from the methodology, with constant goings and comings among the theoretical concepts a priori constructed, and from the empirical information from the field. In this sense, this research has advanced when identified the rules emergence, derived from the used theories as a new quality and centered, which at multiple levels composes the configurations that evolve over the time. This advance allowed the IRGA‘s economic history study, not from the operational perspective, but from the general rules perspectives of highest level and from the lowest level associated with the general rules perspectives, at a dynamic configurations perspective that evolve focusing on innovations. The abductive logic allowed the methodological advances in the method application of comparative and qualitative analysis (CQA) in the study of the configurations dynamics, since the method had until then been applied on a static approach. The results also indicated the presence of five generic rules in the context of the IRGA research. The IRGA inserted predominantly the general rule of most agricultural productivity in its research activities. The general rules of the farm environmental management, the increased rice consumption, and the increased income for producers have been included in the research activities marginally. The general rule of environmental affairs in the rice processing has not been incorporated into the IRGA research activities. The insertion dynamic of these general rules occurs through eight rules of level zero and second order configurations, which follow a stages set that were identified as pre-disturbance, origin, adoption, retention, and decay. A dynamic characteristic is that there was only a phase change of the general rule when certain rules of the second and zero order were present. As the phases of the generic rules development occurred in different years, from 1969 to 2009, these phases combination generated six rules temporal configurations for innovation in the IRGA.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/30465
Arquivos Descrição Formato
000780400.pdf (4.133Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.