Repositório Digital

A- A A+

Estudo do potencial genotóxico do óleo essencial de origanum vulgare L. (orégano) em ratos wistar, através do teste de micronúcleos

.

Estudo do potencial genotóxico do óleo essencial de origanum vulgare L. (orégano) em ratos wistar, através do teste de micronúcleos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo do potencial genotóxico do óleo essencial de origanum vulgare L. (orégano) em ratos wistar, através do teste de micronúcleos
Autor Santos, Mariani Fogaça dos
Orientador Mello, Joao Roberto Braga de
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Genotoxicidade
Micronucleos
Orégano : Óleo essencial
Resumo Tendo em vista o crescente uso do óleo essencial do orégano com diferentes finalidades terapêuticas, testes de toxicidade pré-clínica são imprescindíveis. No presente trabalho o potencial genotóxico deste óleo essencial foi testado através do teste de micronúcleos em medula óssea de ratos Wistar (Rattus norvergicus). Grupos de 5 ratos machos e 5 fêmeas foram tratados com o óleo essencial do orégano, por via oral em três doses: 2000, 1000 e 500 mg.kg-1 respectivamente, um controle negativo utilizando o veículo da administração do óleo, Tween 80 (0,001%), um controle positivo utilizando ciclofosfamida, substância sabidamente mutagênica (25 mg.kg-1) e um controle positivo utilizando os compostos majoritários encontrados no óleo testado. Em todas as doses utilizadas, com exceção do GC+, a frequência de micronúcleos foi avaliada após 3 dias de administração. A citotoxicidade foi avaliada pela relação entre eritrócitos policromáticos e eritrócitos normocromáticos (EPC/ENC) e a frequência de eritrócitos micronucleados. O óleo essencial, nas doses testadas, não afetou o desenvolvimento ponderal de ratos machos e fêmeas tratados. Os resultados revelaram através da proporção de EPC/ENC, que o óleo essencial do orégano e o controle positivo com os compostos majoritários causaram uma leve toxicidade na medula óssea de ratos Wistar, por meio de uma leve depressão na medula óssea. Não houve um aumento estatisticamente significativo (Kruskal-Wallis p > 0,01) de frequência de micronúcleos em eritrócitos policromáticos nas 3 doses do óleo essencial do orégano, mas aumentou a frequência de EPCMN do controle positivo com os compostos majoritários induzindo assim genotoxicidade nos eritrócitos dos ratos. Com base nos resultados é possível sugerir que através deste teste citogenético o óleo essencial do orégano utilizado neste experimento, não apresenta atividade genotóxica nas doses utilizadas.
Abstract Given the increasing use of essential oil of oregano with different therapeutic effects, toxicity tests are essential pre-clinical. In this work the genotoxic potential of essential oil was tested by the micronucleus test in bone marrow of rats (Rattus norvegicus). Groups of 5 males and 5 female rats were treated with the essential oil of oregano orally in three doses: 2000, 1000 and 500 mg.kg-1 respectively, a negative control using the vehicle for administering the oil, Tween 80 (0.001%), a positive control using cyclophosphamide, a substance known to be mutagenic (25 mg.kg-1) and a positive control using the major compounds found in oil tested. At all doses, except for GC +, the frequency of micronuclei was evaluated after 3 days of administration. Cytotoxicity was evaluated by the ratio of polychromatic erythrocytes and erythrocytes normochromatic (EPC / ENC) and the frequency of micronucleated erythrocytes. The essential oil in the doses tested, did not affect the growth of male and female rats treated. The results revealed by the ratio of EPC / forward, that the essential oil of oregano and the positive control with the major compounds caused a mild toxicity in the bone marrow of rats, through a slight depression in the bone marrow. There was a statistically significant increase (Kruskal-Wallis p> 0.01) frequency of micronuclei in polychromatic erythrocytes in 3 doses of essential oil of oregano, but increased the frequency of MNPCE positive control with the major components thus inducing genotoxicity in erythrocytes mice. Based on the results is possible to suggest that through this cytogenetic test the essential oil of oregano used in this experiment does not show genotoxic activity at the doses used.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/30472
Arquivos Descrição Formato
000779523.pdf (8.717Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.