Repositório Digital

A- A A+

Os grupos na atenção básica de saúde de Porto Alegre : usos e modos de intervenção terapêutica

.

Os grupos na atenção básica de saúde de Porto Alegre : usos e modos de intervenção terapêutica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Os grupos na atenção básica de saúde de Porto Alegre : usos e modos de intervenção terapêutica
Outro título Groups in basic health attention in Porto Alegre : uses and forms of therapeutic intervention
Autor Maffacciolli, Rosana
Lopes, Marta Júlia Marques
Resumo Esse artigo trata dos grupos como modalidade assistencial utilizada pelos serviços de atenção básica de saúde. Oficinas, grupos de educação em saúde e palestras constituem atividades diferenciadas em relação aos demais atendimentos tradicionais. O estudo que subsidia essa discussão teve como objetivo conhecer o perfil da assistência, sob a forma de grupos, prestada nas unidades que compõem a rede básica de saúde de Porto Alegre. Foram abordados 116 profissionais, de um total de 124 serviços de saúde, entre os quais 96 desenvolviam grupos. Evidenciou-se que os mesmos têm relevância terapêutica por favorecerem a troca de informações e o aprendizado sobre aspectos relacionados à saúde/doença. Constituem práticas inclusivas, capazes de vincular os usuários aos serviços e de reformular o modelo assistencial vigente. Assim, constatou-se que a compreensão dessas práticas remete a sua dimensão de qualificação da assistência coletiva e também a uma dimensão estratégica de compensação de atendimento às crescentes demandas de saúde.
Abstract This article deals with groups as an assistential modality used by the services of basic health attention. Workshops, health education groups, as well as, lectures are different activities done in relation to other traditional attendances. The study that is behind this discussion had as its main aim to know the profile of assistance, under groups’ organization, offered in the Units which make part of the Basic Health Network in Porto Alegre. Within a total of 124 health services, 116 professionals were approached, among them, 96 developed groups. We could verify that the groups have therapeutic relevance because they favor the sharing of information and the learning about aspects which are related to the topic health-sickness. They constitute inclusive practices, which are able to create a link with the users and the service, as well as, to reformulate the existing assistential model. Therefore, it was verified that the understanding of these practices reflects on its dimension of the group assistance qualification and also the strategic dimension of compensation in the attendance of the increasing demand of health.
Contido em Ciência & saúde coletiva. Rio de Janeiro, RJ. Vol. 16, supl. 1 (mar. 2011), p. 973-982
Assunto Serviços básicos de saúde
Unidade básica de saúde : Enfermagem : Porto Alegre (RS)
[en] Basic health services
[en] Group practice
[en] Strategies
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/30510
Arquivos Descrição Formato
000684995.pdf (58.67Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.