Repositório Digital

A- A A+

Resistência à insulina e síndrome metabólica em pacientes ambulatoriais com transtorno do humor bipolar

.

Resistência à insulina e síndrome metabólica em pacientes ambulatoriais com transtorno do humor bipolar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Resistência à insulina e síndrome metabólica em pacientes ambulatoriais com transtorno do humor bipolar
Outro título Insulin resistance and metabolic syndrome in outpatients with bipolar disorder
Autor Gomes, Fabiano Alves
Magalhães, Pedro Vieira da Silva
Kunz, Maurício
Silveira, Leonardo Evangelista da
Weyne, Fernanda
Andreazza, Ana Cristina
Ceresér, Keila Maria Mendes
Furlanetto, Tania Weber
Kapczinski, Flávio Pereira
Resumo Contexto: O transtorno bipolar (TB) está associado a uma significativa morbi-mortalidade por causas metabólicas. Existem poucos dados sobre a prevalência de resistência à insulina (RI) e sua relação com a síndrome metabólica (SM) em pacientes com TB. Objetivo: Avaliar a prevalência de RI e SM em pacientes bipolares ambulatoriais e identificar os parâmetros clínicos associados à RI. Método: Estudo transversal em 65 pacientes com TB diagnosticados pelos critérios do DSM-IV-TR, avaliados de forma consecutiva no Programa de Transtorno Bipolar do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brasil. RI foi diagnosticada utilizando o homeostatic model assessment – insulin resistance (HOMA-IR) e a SM foi diagnosticada utilizando três definições diferentes: do National Cholesterol Educational Program – Adult Treatment Panel III (NCEP-ATP III); do NCEP-ATP III modificado e da International Diabetes Federation (IDF). Resultados: A prevalência de RI foi 43,1% (mulheres 40%, homens 44,4%). A prevalência de SM definida pelo NCEP ATP III foi 32,3%, pelo NCEP ATP III foi 40% e pela IDF foi 41,5%. Os critérios do NCEP ATP III modificado demonstrou a melhor relação entre sensibilidade (78,6%) e especificidade (89,2%) na detecção de RI. A circunferência da cintura foi o parâmetro clínico mais associado à RI. Conclusão: As definições atuais de SM podem identificar, com razoável sensibilidade e especificidade, RI em pacientes com TB. A obesidade abdominal é bastante associada à RI nessa população de pacientes.
Abstract Background: Bipolar disorder (BD) is associated with significant morbidity and mortality from metabolic diseases. There is a paucity of data regarding insulin resistance (IR) and its relationship with the metabolic syndrome (MS) in bipolar patients. Objective: To evaluate the prevalence of both IR and MS in BD outpatients and to assess clinical criteria associated with IR. Method: Cross-sectional study in 65 DSM-IV-TR BD patients consecutively assessed at the Bipolar Disorder Program at Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Brazil. IR was diagnosed by the homeostatic model assessment – insulin resistance (HOMA-IR) and MS was diagnosed using three different definitions: National Cholesterol Educational Program – Adult Treatment Panel III (NCEP-ATP III); NCEP-ATP III modified criteria and International Diabetes Federation. Results: IR was present in 43.1% of the sample (women 40%, men 44.4%). The prevalence of MS defined by the NCEP-ATP III criteria was 32.3%, NCEP-ATP III modified was 40% and IDF was 41.5%. NCEP-ATP III modified criteria showed the best tradeoff between sensitivity (78.6%) and specificity (89.2%) to detect insulin resistance. Waist circumference was the clinical parameter most associated with IR. Discussion: Current MS criteria may provide reasonable sensitivity and specificity for the detection of IR in BD patients. Abdominal obesity is closely related to IR in this patient population.
Contido em Revista de psiquiatria clínica. Vol. 37, n. 2 (2010), p. 81-84
Assunto Doenças metabólicas
Epidemiologia
Estudos transversais
Pacientes ambulatoriais
Prevalência
Resistência à insulina
Síndrome metabólica
Transtorno bipolar
[en] Abdominal fat
[en] Bipolar disorder
[en] Insulin resistance
[en] Metabolic syndrome X
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/30541
Arquivos Descrição Formato
000773598.pdf (197.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.