Repositório Digital

A- A A+

Pregnancy and multiple sclerosis : the initial results from a Brazilian database

.

Pregnancy and multiple sclerosis : the initial results from a Brazilian database

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Pregnancy and multiple sclerosis : the initial results from a Brazilian database
Outro título Gravidez e esclerose múltipla : resultados preliminares de base de dados Brasileira
Autor Fragoso, Yára Dadalti
Finkelsztejn, Alessandro
Frota, Elizabeth Regina Comini
Gama, Paulo Diniz da
Grzesiuk, Anderson Kuntz
Khouri, Jussara Mathias Netto
Leon, Soniza Vieira Alves
Morales, Rogério de Rizo
Peixoto, Marco Aurélio Lana
Rocha, Cristiane Franklin
Resumo Propósito: O manejo da gravidez cria um desafio extra aos médicos e aos pacientes com esclerose múltipla (EeM). Eexistem poucos trabalhos relatando bases de dados neste tema. Método: Base de dados brasileira de nove centros clínicos e de pesquisa na EeM, com dados completos de 47 mulheres grávidas (49 gestações). Resultados: Apesar da exposição a drogas para EeM ter sido relativamente alta, não foram registradas malformações. Baixo peso e prematuridade foram semelhantes àqueles de países em desenvolvimento. Três complicações podem ter sido associadas a drogas, enquanto outras três foram consideradas como sendo de natureza puramente obstétrica. Conclusão: Nossos resultados confirmam os achados de menor taxa de surtos na gestação e adicionam dados relacionados a exposição a drogas, na literatura atual.
Abstract Purpose: Pregnancy management poses an extra challenge to physicians and their multiple sclerosis (MS) patients. There are few papers reporting databases on the subject. Method: Brazilian database from nine MS clinical and research units, with complete data on 47 pregnant women (49 pregnancies). Results: Despite relatively high exposure to MS medications, no birth defects were reported. Low birth weight and prematurity were similar to those for developing countries. Three complications may have been associated with these medications, while three others were considered to be of purely obstetric nature. Conclusion: Our results confirm previous findings on lower relapse rate during pregnancy and add to the present literature informing on data related to drug exposure.
Contido em Arquivos de neuro-psiquiatria. São Paulo. Vol. 67, n. 3A (set. 2009), p. 657-660
Assunto Acetatos
Complicações
Esclerose múltipla
Gravidez
Interferon tipo I
Peso ao nascer
[en] Glatiramer acetate
[en] Interferon beta
[en] Low birth weight
[en] Multiple sclerosis
[en] Obstetric complications
[en] Pregnancy
[en] Prematurity
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/30565
Arquivos Descrição Formato
000774222.pdf (147.2Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.