Repositório Digital

A- A A+

Microplacas de titânio em fraturas de tibiotarso em pombos domésticos

.

Microplacas de titânio em fraturas de tibiotarso em pombos domésticos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Microplacas de titânio em fraturas de tibiotarso em pombos domésticos
Outro título Titanium microplates for treatment of tibiotarsus fractures in pigeons
Autor Gouvea, Aline Silva
Alievi, Marcelo Meller
Noriega, Veronica
Dal Bo, Isis dos Santos
Pinto, Thadeu Mourão
Menezes, Claudio Leonardo Montassieur de
Silva, Renato Barbosa
Silva, Luciana Machado da
Velasque, Andréa Gonçalves
Pinto, Luciana Andreatta Torelly
Coelho, Ana Júlia Andrade
Resumo Entre os problemas cirúrgicos das aves, as fraturas são os de maior prevalência. Em virtude das variações no tamanho, peso, anatomia óssea peculiar, alta incidência de fraturas complicadas e das diferentes demandas funcionais entre espécies e indivíduos, não foi possível estabelecer ainda um método ideal de osteossíntese para os ossos longos das aves. Microplacas de titânio comumente utilizadas em cirurgias maxilofaciais de humanos foram empregadas recentemente na osteossíntese de aves, porém com poucos resultados disponíveis. O objetivo do presente estudo foi avaliar a utilização das microplacas de titânio no tratamento de fraturas experimentais de tibiotarso em pombos domésticos (Columba livia). Foram utilizadas 30 aves adultas, machos e fêmeas, com 7 meses de idade, pesando entre 400 a 500 gramas. Os animais foram separados em três grupos de dez, sendo que no grupo 1 foi utilizado uma microplaca de titânio com 6 furos e espaçador central; no grupo 2, com oito furos sem espaçador central; e, no grupo 3, com oito furos com espaçador central. Após avaliação clínica, as aves foram submetidas à osteotomia médio-diafisária no tibiotarso direito para colocação das diferentes configurações de microplaca de titânio, sendo fixadas com microparafusos de titânio com 7mm de comprimento. Os animais foram avaliados clínica e radiograficamente até os 90 dias de pós-operatório. Após esse período, foi realizada eutanásia em duas aves de cada grupo. Em todas elas, foi observada a consolidação óssea, sendo que, no grupo 1, o tempo médio e o desvio padrão foram 32,9±9,9; no grupo 2, 30,8±6,7 e, no grupo 3, 26,6±6,4 dias, não havendo diferença estatística entre os grupos. O envergamento do implante foi a complicação mais frequente. A configuração da microplaca resultou em diferença estatisticamente significativa em relação à deambulação e ao grau de envergamento nos diferentes grupos, sendo que, no grupo 3, houve maior precocidade no apoio do membro e menor grau de envergamento em relação aos outros grupos. Histologicamente, foi verificada a formação de calo ósseo em todos os animais e presença de tecido ósseo ao redor da microplaca e dos microparafusos. Apesar das complicações observadas, as microplacas de titânio são uma opção para osteossíntese de tibiotarso em aves de médio porte.
Abstract Among the surgical problems in birds, the fractures are the most prevalent. Due to variations in size, weight, peculiar bone anatomy, high incidence of complicated fractures and functional demands of different species and individuals, it is still not possible to establish an ideal method for osteosynthesis of long bones in birds. Titanium microplates commonly used in human maxillofacial surgery have been recently employed in osteosynthesis of birds, but with few results available. The aim of this study was to evaluate the use of titanium microplates in the treatment of tibiotarsus fractures in 30 pigeons (Columba livia) , adult males and females, with 7 months old, weighing from 400 to 500. The animals were divided into 3 groups with ten animals each. In group 1, a titanium microplate with 6 holes and a central spacer was used; in group 2, a titanium microplate with 8 holes without a spacer in the center was used; in group 3, a titanium microplate with 8 holes with central spacer was used. After clinical evaluation, the birds were submitted to mid-diaphyseal osteotomy in the right bone for placement of different configurations of the titanium plate, and fixed with titanium microscrews 7mm long. The animals were evaluated clinically and radiographically until 90 days postoperatively. After this period, euthanasia was performed in 2 animals from each group. In all animals was observed bone healing and in group 1 the mean and standard deviation were 32.9±9.9 days, in group 2, 30.8±6.7 days in group 3, 26.6±6.4 days. There was no statistical difference in healing time between groups. The bending of the implant was the most common complication. The configuration of the plate resulted in a statistically significant difference in relation to walking and to the degree of bending in the different groups. Moreover, in group 3 there was higher precocity in the member suppor and a lower degree of bending in relation to other groups. Histologically, it was verified formation of the callus in all animals and presence of bone tissue around the plate and microscrews. Despite the complications of titanium microplates, they are an option for tibiotarsus osteosynthesis in birds of medium size.
Contido em Ciência rural. Santa Maria. Vol. 41, n. 3 (mar. 2011), p. 476-482
Assunto Cirurgia veterinária : Aves
[en] Avian
[en] Implant
[en] Orthopedics surgery
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/30575
Arquivos Descrição Formato
000773553.pdf (341.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.