Repositório Digital

A- A A+

Morphoagronomic variation in natural populations of Trifolium riograndense (Burkart)

.

Morphoagronomic variation in natural populations of Trifolium riograndense (Burkart)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Morphoagronomic variation in natural populations of Trifolium riograndense (Burkart)
Outro título Variação morfoagronômica em populações naturais de Trifolium riograndense (Burkart)
Autor Conterato, Ionara Fatima
Dall'Agnol, Miguel
Schifino-Wittmann, Maria Teresa
Montardo, Daniel Portella
Pontalti, Gabriel Colombo
Almeida, Danielle
Resumo Várias espécies de Trifolium são extensivamente cultivadas como forragem ou adubo verde. Caracterizaram-se e estimaram-se, por meio de atributos morfológicos e agronômicos, a diversidade genética de populações naturais de T. riograndense, importante leguminosa forrageira nativa dos campos naturais do Rio Grande do Sul. Estatura e diâmetro das plantas, número de estolões primários e secundários, comprimento do estolão primário, número de nós por estolão, comprimento dos entrenós, diâmetro de estolão, área foliar, tamanho do pecíolo e produção de massa seca foram avaliados em 29 acessos. Os cinco primeiros atributos e a produção de massa seca foram avaliados duas vezes. Ampla variabilidade fenotípica foi observada para quase todas as características. Ocorreram correlações positivas entre tamanho do pecíolo e área foliar (r = 0,68), tamanho do pecíolo e estatura (0,63) na primeira avaliação, e comprimento do estolão e estatura (0,58), massa seca total e diâmetro da planta (0,61) e massa seca total e estatura (0,55) na segunda avaliação. Os dois acessos mais divergentes foram coletados na mesma região fisiográfica e os dois menos divergentes em regiões diferentes. O dendrograma de dissimilaridade genética separou quatro grupos. Acessos coletados em uma região onde T. riograndense é abundante pertenciam a diferentes grupos, o que realça a grande variabilidade dessa leguminosa forrageira nativa. A produção de massa seca no primeiro corte foi a característica que mais contribuiu (20,80%) para a divergência dos acessos, seguida pelo número de estolões secundários (12,30%), área foliar (11,07%), e número de nós por estolão (10,93%). Palavras-chave: leguminosa forrageira, variabilidade genética, morfologia, melhoramento.
Abstract Several species of Trifolium are widely cultivated as forage for animals and green manure. This work aimed to characterize and estimate through morphological and agronomic traits the genetic diversity of natural populations of T. riograndense, an important forage legume from native pastures of the state of Rio Grande do Sul, Brazil. Plant height and diameter, number of primary and secondary stolons, stolon length, number of nodes per primary stolon, internode length, primary stolon diameter, leaf area, petiole length and dry matter production were analyzed in 29 accessions. The first five attributes and dry matter production were evaluated twice. A broad phenotypic variability was observed for almost all characteristics. Positive correlations occurred between petiole length and leaf area (r = 0.68), petiole length and plant height in the first evaluation (0.63), stolon length and plant height (0.58), total dry matter and plant diameter (0.61), and total dry matter and plant height in the second evaluation (0.55). The two most divergent accessions were collected in the same physiographic region and the two less divergent ones in different regions. A dissimilarity dendrogram separated four groups. Accessions collected in a region where T. riograndense is abundant were found to belong to different groups outlining the great variability of this native forage legume. Dry matter production in the first cut was the characteristic that most contributed (20.80%) to accessions divergence followed by number of secondary stolons (12.30%), leaf area (11.07%), and number of nodes per primary stolon (10.93%).
Contido em Scientia Agricola. Piracicaba. Vol. 67, n.6 (nov./dez. 2010), p.675-684
Assunto Leguminosa forrageira
Melhoramento genético vegetal
Morfologia vegetal
Variabilidade genética
[en] Forage legume
[en] Genetic variability
[en] Morphology
[en] Plant breeding
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/30579
Arquivos Descrição Formato
000773240.pdf (240.4Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.