Repositório Digital

A- A A+

Chlorococcales latu sensu(Chlorophyceae) em ambientes aquáticos na planície costeira do Rio Grande do Sul, Brasil : taxonomia, distribuição e aspectos ecológicos

.

Chlorococcales latu sensu(Chlorophyceae) em ambientes aquáticos na planície costeira do Rio Grande do Sul, Brasil : taxonomia, distribuição e aspectos ecológicos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Chlorococcales latu sensu(Chlorophyceae) em ambientes aquáticos na planície costeira do Rio Grande do Sul, Brasil : taxonomia, distribuição e aspectos ecológicos
Outro título Desmodesmus and Scenedesmus (Scendesmaceae, Sphaeropleales, Chlorophyceae) in aquatic environments from the Coastal Plain of Rio Grande do Sul, Brazil
Autor Hentschke, Guilherme Scotta
Orientador Torgan, Lezilda Carvalho
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Botânica.
Assunto Ecologia vegetal
Taxonomia vegetal : Algas : Teses : Brasil Rio Grande do Sul
[en] Chlorophyta
[en] Density
[en] Richness
[en] Taxonomy
[en] Water pulse
Resumo Este trabalho trata do estudo da flora de Desmodesmus An, Friedl & Hegew. e Scenedesmus Meyen, encontrada em lagoas isoladas, lagoas interligadas, banhados, açudes e ambientes lóticos da Planície Costeira do Rio Grande do Sul. A composição taxonômica, e as relações entre a riqueza e a densidade com as variáveis temperatura e pH foram avaliadas. O estudo baseou-se em 41 amostragens efetuadas no outono e na primavera de 2003. Um total de 14 espécies e duas variedades de Desmodesmus e duas espécies e uma variedade de Scenedesmus foram identificadas. Além disso, quatro combinações novas (Desmodesmus granulatus (W.& G. S. West.) Hentschke & Torgan, Desmodesmus heteracanthus (Guerr.) Hentschke & Torgan, Desmodesmus microspina (Chod.) Hentschke & Torgan e Desmodesmus spinoso-aculeolatus (Chod.) Hentschke & Torgan) são propostas. A variação da riqueza e da densidade estiveram influenciadas pelo pH (r2 = 0,53 e r2= 0,97). A média de densidade (ind. mL-1) de Desmodesmus e Scenedesmus na primavera diferiu significativamente da média obtida no outono (p = 0,04) e, e a média de riqueza na zona litoral diferiu significativamente da média obtida na zona pelágica (p = 0,02).
Abstract This paper is about the Desmodesmus An, Friedl & Hegew. and Scenedesmus Meyen flora, found at isolated ponds, interlinked ponds, swamps, dams and lotic environments, at the Coastal Plain of Rio Grande do Sul. The taxonomic composition and how richness and density relate to the variables temperature and pH were evaluated. The study was based on 41 samplings collected in autumn and spring of 2003. A total of 14 species and two varieties of Desmodesmus, and two species and a variety of Scenedesmus were identified. Four new combinations (Desmodesmus granulatus (W.& G. S. West. ) Hentschke & Torgan, Desmodesmus heteracanthus (Guerr.) Hentschke & Torgan, Desmodesmus microspina (Chod.) Hentschke & Torgan and Desmodesmus spinosoaculeolatus (Chod.) Hentschke & Torgan) were proposed. The statistical analysis revealed that the variation of richness and density were influenced by pH (r2 = 0,53 e r2= 0,97). Comparing autumn and spring, it is observed that the density average (ind. mL-1) of Desmodesmus and Scenedesmus in spring differs significantly of the average obtained in the autumn (p = 0,04) and, comparing the richness averages, that the average of the litoral zones differs significantly of the average obtained in the pelagic zones (p = 0,02).
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/30825
Arquivos Descrição Formato
000698537.pdf (2.450Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.