Repositório Digital

A- A A+

Avaliação de operadora de plano de saúde : cooperativa médica de assistência à saúde

.

Avaliação de operadora de plano de saúde : cooperativa médica de assistência à saúde

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação de operadora de plano de saúde : cooperativa médica de assistência à saúde
Autor Lumertz, José Antônio
Orientador Santos, José Luiz dos
Data 2011
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Amil Assistência Médica Internacional.
Avaliação institucional
Brasil
Economia da saúde
Estudo de caso
Planos de saúde
Regulamentação
Unimed Porto Alegre.
[en] Brazilian health system mixture model of health cooperative
[en] Discounted cash flow
[en] Health insurance operator
[en] Health plan operator
[en] UNIMED
[en] Valuation cooperative health insurance
Resumo A globalização, a maior ou menor estabilidade financeira e política e o atual nível de desenvolvimento econômico que o Brasil vem apresentando, condição que lhe concedeu a classificação de investment grade, obtido em 30 de abril de 2008, pela Agência Standard & Poor’s, conjugado com o nível de renda que a população vem atingindo, está transformando o país num mercado atrativo ao capital externo. A regulamentação do setor de saúde privada iniciada com a lei 9656/98 e com a criação da Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, em 2000, fez com que este segmento mercadológico passasse a atrair a curiosidade e, agora, o direcionamento da atenção de mega investidores. Neste mercado há uma importante participação das cooperativas médicas e odontológicas - com significativa parte no share – aproximadamente 40%, no seu conjunto. A regulamentação vem causando certa concentração do setor pela aquisição de carteiras ou até mesmo de toda a empresa, sendo que estas negociações atingem a casa dos bilhões de reais. Essas situações encontram nas sociedades cooperativas médicas e odontológicas peculiaridades que divergem destas facilidades de negociação.
Abstract Globalization, financial and political stability and current degree of economical development that Brazil are living (because of these condition Standard & Poor’s gave to Brazil the classification of investment grade on April 30th, 2008) combined with Brazilians income degree are converting Brazil in an attractive market for outside capital. Private health sector regulamentation which started with the Brazilian law number 9656 from 1998, and the creation of Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS (in 2000) let this sector to attract curiosity and nowadays the attention of big stakeholders. Medical and odontological cooperatives have important participation in this market with signification part in share – like 40% on its set. The regulamentation bring on a concentration in the sector by portfolio purchase or until same all firm acquisition – that involves trillion of Brazilian reais. These situations find on medical and odontological cooperatives quirks that diverge from negotiations facilities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/30847
Arquivos Descrição Formato
000777596.pdf (2.459Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.