Repositório Digital

A- A A+

Avaliação do estado de saúde bucal de pacientes com fibrose cística

.

Avaliação do estado de saúde bucal de pacientes com fibrose cística

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação do estado de saúde bucal de pacientes com fibrose cística
Autor Chapper, Ana
Orientador Silva, Fernando Antonio de Abreu e
Data 2010
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas.
Assunto Cálculos dentários
Carie dentaria
Fibrose cística
Saúde bucal
[en] Caries
[en] Cystic fibrosis
[en] Dental calculus
[en] Dental health
Resumo Esse estudo transversal avaliou a saúde bucal de 36 pacientes com fibrose cística (FC). Um questionário foi aplicado para obter informações sobre autocuidados e outros aspectos que pudessem influenciar os resultados. Os exames, realizados por examinadora treinada e calibrada, foram placa visível (IPV), sangramento gengival (ISG), profundidade de sondagem (PS), perda de inserção (PI), exsudato à sondagem (SS), presença de sítios com cálculo dental, experiência de cárie (ceo/CPO-D + MBA) e número de dentes com sinais de anomalias no esmalte. Os resultados das variáveis clínicas foram comparados (P<0,05), segundo dois extratos de idade e segundo a experiência de cárie positiva (EC+) ou não (EC-), por meio dos testes t de Student ou U de Mann-Whitney. O teste de Spearman foi usado para identificar possíveis correlações entre os achados. Para as idades 12 anos e > 12 anos os resultados foram: IPV (65,40±35,13% e 58,90±34,51%), ISG (14,00±21,61% e 26,51±27,09%) e presença de cálculo dental (21,59±28,96% e 11,97±9,29%), sem diferenças significativas entre os grupos. As médias de PS foram 1,30±0,32mm e 1,70±0,30mm (P=0,00) e de SS foram 3,89±9,92% e 7,72±20,04% (P=0,09). A média de PI, somente presente no grupo >12 anos, foi 0,15±0,35mm. Os valores do índice ceo/CPO-D+MBA foram 1,74±3,33/1,20±1,74 e 5,14±4,26, respectivamente. A presença de anomalias de esmalte variou de nenhum até todos os dentes com sinais, em ambos os grupos. A comparação dos grupos EC+ e EC- revelou que os valores do IPV (70,52±30,92% e 52±37,50%) e ISG (25,13±29,40% e 10,09±10,04%), não diferiram significativamente, ao contrário dos percentuais de cálculo, com valores de 9,97±10,06% e 28,86±32,05% nos grupos, respectivamente. Placa bacteriana (r=0,50; P=0,02), e preferência por alimentos doces (r=0,48; P=0,02) relacionaram-se positivamente com experiência cárie na dentição decídua, assim como o histórico de dor (r=0,48; P=0,03), que também teve relação positiva com a dentição permanente (r=0,52; P=0,02). Correlação positiva foi observada entre a perda de inserção e a percepção da gengiva já ter sangrado anteriormente (r=0,51; P=0,00). Os níveis de escolaridade da mãe e do pai relacionaram-se negativamente com a EC nas crianças FC (r=-0,57; r=-0,71). Conclusões: Nessa amostra, manifestações de cárie foram observadas a partir de sinais incipientes de perda mineral, sendo que a experiência de cárie foi semelhante àquela observada na população do sul do Brasil. A remoção de cálculo dental para tratamento da gengivite não deve ser priorizado no atendimento de pacientes císticos com atividade de cárie. Atenção odontológica deve ser direcionada à prevenção e ao tratamento da doença cárie.
Abstract This cross-sectional study assessed the dental health of 36 cystic fibrosis (CF) patients. Questionnaire was applied to obtain information about self-care and other aspects that could influence the results. One trained and calibrated examiner evaluated the presence of visible plaque (VIP), gingival bleeding (GB), bleeding on probing (BOP), pocket depth (PD), clinical attachment loss (CAL), presence of supragingival calculus, dmf/DMF-T index modified by the presence of active white spots, and the presence of enamel defects. The results of the clinical variables were compared (P<0.05), according to two age groups, and according to caries experience (CE), positive (+) or not (-), by Student t test or U Mann-Whitney test. The non-parametric test of Spearman was used to identify possible correlations between findings. The results seen for age’s 12 years old and > 12 years old were: VIP (65.40±35.13% and 58.90 ± 34.51%), GB (14.00±21.61% and 26.51% ± 27.09%) and presence of calculus (21.59±28.96% and 11.97±9.29%), without statistic differences between the groups. The mean value of PS was 1.30±0.32 mm and 1.70±0.30mm (P= 0.00) and BOP were 3.89± 9.92% and 20.04±7.72% (P= 0.09). The CAL mean value present in the group > 12 years old, was 0.15±0.35 mm. The values of the dmf/DMF-T modified index were 1.74 ±3.33 / 1.20 ± 1.74 and 5.14 ± 4.26, respectively. The presence of teeth with enamel defect, per individual, ranged from none to all teeth with signs in both groups. The analysis of the groups CE+ and CE- revealed that VIP (70.52±30.92% - 52.00±37.50%) and of GB (25.13±29.40% -10.09±10.04%), did not differ significantly. Differences were observed between the percentages of dental calculus (9.97±10.06% - 28.86±32.05%). Few significant correlations were observed between the findings. The presence of visible plaque (r= 0.50, P=0.02), and preference for sweet foods (r= 0.48, P=0.02) correlated positively with caries experience in primary dentition, as well as the history of pain (r= 0.48, P=0.03), and that also had positive correlation with the permanent dentition (r= 0.52, P=0.02). Positive correlation was also found between attachment loss and the perception of gingival bleeding by the patient (r= 0.51, P=0.00). Mother’s and father’s education were negatively correlated with CE+ in primary dentition (r= - 0.57, r= - 0.71). Conclusions: In the study, symptoms of decay were observed from the incipient signs of mineral loss, and the caries experience in the cystic patients sample were similar to those observed in the population from south of Brazil. In cystic patients with caries activity, the removal of dental calculus for the treatment of gingivitis should not take priority in the planning of dental care. Dental care should be directed to prevention and treatment of caries.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/30923
Arquivos Descrição Formato
000780651.pdf (22.89Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.