Repositório Digital

A- A A+

Biblioterapia na Escola de Educação Infantil : estudo de caso na EMEI Ilha da Pintada

.

Biblioterapia na Escola de Educação Infantil : estudo de caso na EMEI Ilha da Pintada

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Biblioterapia na Escola de Educação Infantil : estudo de caso na EMEI Ilha da Pintada
Autor Mousquer, Patrícia
Orientador Moro, Eliane Lourdes da Silva
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Biblioteconomia.
Assunto Bibliotecário
Biblioterapia
[en] Bibliotherapy
[en] Childhood fears
[en] Children's literature
[en] Early childhood education
[en] Librarian-mediator
[en] Storytelling
Resumo O presente trabalho apresenta o estudo de caso realizado com crianças na faixa etária dos 3 anos matriculadas na E.M.E.I. Ilha da Pintada no município de Porto Alegre. Apresenta referencial teórico baseado nas fases do desenvolvimento infantil e a contribuição da literatura infantil como suporte para realização da biblioterapia com crianças consideradas em estado de vulnerabilidade social. Aborda temas como os medos na infância, o papel de mediação do profissional bibliotecário e sua contribuição social na tentativa de apaziguar as tensões vivenciadas pelos sujeitos do estudo. O objetivo deste trabalho ancora-se na tentativa de superação dos medos mais comuns na infância como medo do escuro, de bruxa, monstro, lobo e de tempestade com o auxílio de livros infantis que abordem tais temas. Estudo qualitativo que se desenvolveu com a coleta dos dados através da observação participante e de entrevista semi-estruturada. Conclui que as representações sociais como a família é um dos maiores sonhos das crianças pesquisadas mesmo aquelas as quais não vivem sob o mesmo teto independente de serem preteridas ou não por seus genitores. Desta forma, a literatura infantil auxilia na superação dos medos na infância onde o enredo aborde temas relacionados aos medos mais comuns na infância os quais além dos medos fantasiosos como de algum tipo de animal como o lobo ou pela insegurança de estar em um lugar escuro, mesmo sendo seu quarto. Sendo assim, a biblioterapia contribuiu na superação destes temores uma vez que nas histórias contadas a catarse que é o alívio da tensão vivenciada diariamente ocorreu, fato demonstrado através de brincadeiras e sorrisos com a pesquisadora gerando um momento descontraído e cheio de diálogo entre o grupo observado. Além disso, o profissional bibliotecário deverá assumir cada vez mais seu papel social através da disseminação da informação especializada em todos os meios principalmente aqueles sujeitos os quais não dispõe de acesso a esse tipo de material, inclusive o bibliotecário deverá fazer parte de equipe interdisciplinar nas escolas onde possa contribuir na seleção de materiais de qualidade como os livros infantis que deverão estar embasados no projeto político pedagógico da instituição vinculada e da realidade dos alunos.
Abstract This paper presents a case study conducted with children aged 3 years enrolled in EMEI Ilha da Pintada in Porto Alegre. Presents the theoretical framework based on stages of child development and contribution of children's literature as support for implementation of bibliotherapy with children considered to be in a state of social vulnerability. Covers topics such as childhood fears, the mediating role of librarians and their contributions in an attempt to appease the tensions experienced by study subjects. This work is anchored in an attempt to overcome the most common childhood fears such as fear of the dark, witch, monster, wolf and storm with the aid of children's books that address such issues. This qualitative study was developed with data collection through participant observation and semi-structured interview. Concludes that social representations as the family is one of the biggest dreams of the children surveyed even those which do not live under one roof, whether they are crowded or not their parents. Thus, children's literature helps to overcome the fears in childhood where the plot deals with subjects related to the most common childhood fears which besides fears as fanciful as some kind of animal like the wolf or the insecurity of being in a dark place, even though your room. Thus, bibliotherapy helped in overcoming these fears since the stories that catharsis is the release of tension was experienced daily, a fact demonstrated by smiles and jokes with the researcher creating a relaxed moment and full of dialogue between the observed group. In addition, the librarian must assume increasingly social role through the dissemination of specialized information in all media especially those subjects who lack access to such material, including the librarian should be part of the interdisciplinary team in schools which might contribute to the selection of quality materials such as children's books that should be grounded in political and pedagogical project and of the institution to the students' reality.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/31143
Arquivos Descrição Formato
000782358.pdf (6.999Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.