Repositório Digital

A- A A+

A formação do administrador (re-visitada) e as demandas sócio-históricas de capacidade gerencial no contexto brasileiro : uma análise crítica

.

A formação do administrador (re-visitada) e as demandas sócio-históricas de capacidade gerencial no contexto brasileiro : uma análise crítica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A formação do administrador (re-visitada) e as demandas sócio-históricas de capacidade gerencial no contexto brasileiro : uma análise crítica
Autor Lovison, Aida Maria
Orientador Handel, Carmen Catarina Silva
Data 1991
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Administracao : Ensino
Administracao : Historia : Brasil
Administradores
Recursos humanos
Resumo O presente estudo visa clarificar possíveis vinculações existentes entre a formação do administrador e as demandas sócio-históricas de capacidade gerencial ao longo do processo de desenvolvimento nacional. Busca, especialmente, compreender as condições que delinearam a experiência gerencial brasileira nas suas distintas fases, a "patrimonial" a "utilitária" e a "semiúrgica", e de que forma estas condições têm influenciado na determinação do papel "atribuído" ao administrador e dos valores subjacentes ao mesmo. Com isso buscou-se passar de uma análise do fenômeno gerencial enquanto fato político (abordagem centrada nas funções gerenciais e, dessa forma, negando a historicidade do fenômeno), para sua compreensão como elemento de organização da sociedade brasileira e dos seus fundamentos, tendo como pano de fundo as transformações sociais, econômicas, políticas e educacionais ocorridas nesta sociedade. O processo de construção do conhecimento neste estudo fez-se à luz de um conjunto de premissas metodológicas cujas especifidades revelam nossa compreensão sobre o que sejam as visões de mundo, a ciência e o fazer do cientista social e sobre a questão da ideologia e da racionalidade neste fazer científico, respectivamente: 1) As visões de mundo são o resultado da trajetória existencial de cada ser humano, a qual, em nível dos processos de construção do conhecimento, tende a se coadunar com o sistema de valores inerentes a uma abordagem orgânica, holística e ecológica de vida humana próprios do "paradigma holístico". 2) Fazer ciência é um fazer histórico-social de caráter "metódico-processual' (Pinto), cuja finalidade se resume no desejo de dominar o mundo (natural e social), a fim de torná-lo mais favorável à vida humana. 3) A ideologia como forma de "práxis social" e instrumento de crítica situado no plano da dialética existencial pode contribuir para o avanço do conhecimento e transformação da realidade. 4) A racionalidade fundamentada nos princípios de crítica e ação, próprios da "raciona/idade emancipatória" (Giroux, 1986) ou "substantiva" (Ramos 1981; 1983) objetiva criticar o que é restrito e opressor, ao mesmo tempo em que apóia sua ação em favor da liberdade, da justiça e da solidariedade. As influências dessas premissas na compreensão da organização e na concepção dos processos de formação do administrador são caracterizados, dessa forma, por ter este estudo: 1) As organizações - entendidas como totalidades integradas - podem viabilizar o desenvolvimento humano, econômico e social de uma sociedade. 2) 0 ensino como ato educativo é um ato de re-criação intersubjetiva da existência. Nessa condição, é capaz de potencializar a construção de saberes contextualizados, centrados no homem e nas suas raízes sociais e culturais. Com vistas a atingir os objetivos do estudo, desenvolveu-se uma análise sócio-histórica calcada em pesquisa bibliográfica e documental. Realizou-se, também, a análise de um caso, no intuito de clarificar o "papel do administrador", via formação/ensino, no momento atual. Para essa análise foram utilizadas, além da "análise de discursd' (Bardin, 1979) "observações livre? e "entrevista semi-estruturada" (Triviflos, 1987). O estudo revelou que há profundas interconexões entre o fenômeno gerencial e a formação do administrador, particularmente no que concerne a vinculação de ambos com as exigências das etapas evolutivas do capitalismo mundial e com o nível de desenvolvimento tecno-industrial da sociedade brasileira. O sustentáculo comum a esses eventos é um modelo de Estado intervencionista, calcado numa "ideologia desenvolvimentista" (sic) excludente e articulada por interesses associados em favor de uma elite dominante. Em termos de gerência, esse fato localiza-se na evidente ausência de uma "téchne" (criação) gerencial centrada no homem brasileiro e nas suas origens sociais e culturais, e em termos da formação do administrador, na práxis que ainda predomina no ensino de administração em seus distintos níveis. Neste aspecto constatou-se que há uma congruência sistêmico-funcionalista em todo o processo educativo, sustentada, fundamentalmente: a) por uma visão de mundo mecanicista; b) articulada por um paradigma de ciência de mesma natureza, cujos pressupostos filosóficos desvinculam a ciência da existência; c) por uma "ideologia desenvolvimentista" (Covre, 1981; 1983; 1988; Fischer, 1984), expressão dos valores modernos, racionais, capitalistas e tecnoburocráticos (sic), típicos da "ética do lucrd' (Motta, 1983; 1986; 1989) e do agir da "racionalidade instrumental' (Ramos, 1981; 1983) ou "técnica" (Giroux, 1986) baseada nas necessidades de natureza tecno-científica oriunda das leis da natureza; e d) por um tipo de ensino predominantemente diretivo, acrítico e desvinculado das reais condições da sociedade brasileira e, por isso, imbuído de "um estado de consciência transitiva ingênua" (Freire, 1980; 1988; 1989a; 1989b) necessário à reprodução do " status qud' dominante. Ao reproduzir a lógica do modelo capitalista de produção, este tipo de ensino tem favorecido a consolidação do problema mais grave dos cursos de administração: a dicotomia teoria-prática, idéias-ação, idéias-valores, abordagem que dificulta ao administrador/gerente situar-se no espaço geográfico, histórico, social e cultural do seu país e comprometer-se com esta realidade, ou seja, com as reais necessidades da sociedade a que pertence. Considerando-se que o educando tenderá a reproduzir na sua prática (futura) o modelo apreendido na sua formação, as constatações acima são motivos bastante para gerar um profundo desconforto diante da questão em análise.
Abstract This work aims to clarify the links that may exist between the training of administrators and social and historical requirements of managerial capacity, throughout the national development process. It seeks the understanding of the conditions that have outlined the Brazilian managerial experience in its different phases - the "patrimonial", the "utilitarian" and the "semiurgent" and of the way those conditions have been affecting the determination of the role "attributed" to the administrator and of its underlying values. Therefore, this study moved from and analysis of the managerial phenomenon while political fact (approach centered on managerial functions, denyirig, in this way, the historicity of the phenomenon), to its understanding as an organization element of the Brazilian society and its fundamentais, having as background social, economic, political and educational transformations in this society. The process of knowledge constrution, in this study, was based on a set of methodological premisses whose specifities reveal our understanding of what the perceptions of the world, science and the social scientist making are, and of the issues of ideology and rationality in this scientific making, respectively: 1) Perceptions of the world are the result of each human being existential course, which, in terms of processes of knowledge construction, tends to coadunate with the system of values inherent in an organic, holistic and ecological approach of human life peculiar to the "holistic paradigm". 2) Science making is a social and historical making of " methodological - processual' character (Pinto, 1979), whose purpose is to dominate the world (natural and social) in order to make it more favorable to human life. 3) Ideology, as "social praxis" and instrument of criticism placed in the existential dialetics levei, may contribute to the- improvement of knowledge and the changing of reality. 4) Rationality based on principies of criticism and action, peculiar to "emancipator, (Giroux, 1986) or "substantive rationality' (Ramos, 1981, 1983), aims to criticize what is restricted and oppressive, and at the same time acts in favor of freedom, justice and solidarity. The influences of these premisses on the understanding of the organization and on the conception of the processes of the training of administrators are characterized, in this study, as follows: 1) Organizations - understood as integrated totalities - may turn feasible the human, economic and social development of a society. 2) Teaching is an act of intersubjective recreation of existence, so that it may turn feasible the construction of contextualized scholarship centered on man and on his social and cultural roots. Aiming to reach the objective of this study, a social and historical analysis was developed based on bibliographical and documentary research. And analysis of one case was also carried Out in order to clarify the current "role of the administrator", through training/teaching. For this analysis, "free observations" and "semi-structured interviews" (Triviiios, 1987) were used, besides "discourse analysis" (Bardin, 1979). The study showed that there are profound interconnections betwen the managerial phenomenon and the training of administrators, concerning particularly their links with the requirements of the evolutionary phases of worldly capitalism, and with the techno-industrial development levei of the Brazilian society. The support common to these events is an intervening State model based on an excluding "development ideology" (sic) wich is articulated by interests in favor of a dominant elite. Concerning management, this fact is due to the evident absence of a managerial "téchne" (creation) centered on the Brazilian man and on his social and cultural origins. Concerning the training of administrators, this fact is due to the praxis which is still predominant in the teaching of administration in its different leveis. In this aspect, it ,was verified that there is a systemic - functionalist congruence throughout the whole educational process, supported basically by: a) a mechanistic perception of the world; b) a paradigm of science of the same nature, whose philosophical pressupositions separate science from existence; c) a "developmentist ideologt (Covre, 1981; 1983; 1988; Fischer, 1984), expression of modern, rational, capitalistic and techno-bureaucratic values (sic), typical of "profit ethicl' (Motta, 1983; 1986; 1989) and of action of "instrumental' (Ramos, 1981; 1983) or "technical rationality' (Giroux, 1986), based on techno-scientific necessities, derived from the laws of nature; and d) a teaching predominantly directive, not critical and not related to the real conditions of the Brazilian society and, therefore, imbued with a state of "nalve transitivo consciousnesl' (Freire, 1980; 1988; 1989a; 1989b) required for the reproduction of the dominant "status qud'. This kind of teaching, reproducing the logic of the production capitalistic model, has been favorable to the consolidation of the most serious problem of administration courses: the dicotomy theory-practice, ideas-action, ideas-values; this approach makes difficult for the administrator/manager to place him/herself in the geographical, historical, social and cultural scope of his/her country and to compromise with this reality, i.e., with the real necessities of his/her society. Considering the student will tend to reproduce in his/her (future) practice the model learned during his/her training, the evidences above are enough to generate a profound discomfort.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/31230
Arquivos Descrição Formato
000009197.pdf (11.79Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.