Repositório Digital

A- A A+

Curvas PSD de estradas brasileiras : método de geração e comparação com padrões ISO e DNIT

.

Curvas PSD de estradas brasileiras : método de geração e comparação com padrões ISO e DNIT

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Curvas PSD de estradas brasileiras : método de geração e comparação com padrões ISO e DNIT
Outro título PSD curves for brazilian roads : generation method and comparison with iso and dnit methods
Autor Munari, Luiz Alberto
Orientador Marczak, Rogerio Jose
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Mecânica.
Assunto Engenharia mecânica
[en] Brazilian roads
[en] DNIT
[en] ISO
[en] PSD curves
[en] Traffic simulation
Resumo Hoje no país não existe uma normalização para interpretação e geração de funções densidade de potência (PSD) para pavimentos rodoviários. Existem normas do DNIT que estabelecem subjetivamente valores das condições das estradas no que diz respeito ao critério de avaliação dos pavimentos, como especificados na norma DNIT-005/2003-TER. Esta norma define os defeitos, mas deixa a desejar quanto às medidas físicas do defeito (não define quantitativamente buracos, panelas, desgaste, etc.). As curvas PSD são largamente empregadas para representação quantitativa de estradas, já que constitui uma medida da rugosidade do pavimento, medidos diretamente de perfilômetros. Este trabalho apresenta uma metodologia para geração das curvas PSD utilizando um algoritmo simplificado de contagem de ciclos. Também se desenvolveu uma série de parâmetros para caracterização numérica dos defeitos descritos na norma DNIT-005/2003-TER, permitindo assim sua identificação diretamente a partir de leituras experimentais. As curvas PSD foram obtidas para três tipos de pavimento, superpostas aos padrões ISO e comparadas através de seus Índices de Gravidade Global - IGG. A metodologia se mostrou versátil e genérica, podendo se empregada para automatizar a caracterização de vias. Também fica patente, a partir dos resultados obtidos, que os pavimentos rodoviários brasileiros de melhor qualidade não equivalem aos correspondentes ISO.
Abstract Currently there is no standardization regarding generation and interpretation of power spectrum density functions of Brazilian roads. There are DNIT standards which establish subjective procedures for evaluation of the conditions of a given Road sample, as stated in DNIT-005/2003-TER. These normalizations define the road defects, but do not give quantitative parameters to actually measure them. PSD curves are largely used to quantitatively represent roads, since it measures the roughness of the pavements as directly read from profilometers. The present work presents a methodology to generate the PSD curves using a simplified cycle counting algorithm. In addition, several roads defects defined in DNIT-005/2003-TER standard were formalized through equations, allowing their identification in actual experimental road samples. PSDs were obtained for three types of roads, superposed to ISO Standards, and compared by their IGG indexes. The methodology showed to be efficient and generic enough to be used to mechanize road surfaces characterization tasks. As a final note, the results showed that the best Brazilian roads are not able to reproduce their ISO counterparts.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/31421
Arquivos Descrição Formato
000780781.pdf (3.959Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.