Repositório Digital

A- A A+

As crenças de autoeficácia dos professores de música

.

As crenças de autoeficácia dos professores de música

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As crenças de autoeficácia dos professores de música
Autor Cereser, Cristina Mie Ito
Orientador Hentschke, Liane
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Música.
Assunto Autoeficácia
Educação básica
Educação musical
Formação de professores : Música
Motivação : Música
[en] Motivation
[en] Music education
[en] School
[en] Self-efficacy belief
[en] Teacher education
Resumo O presente trabalho teve como objetivo investigar as crenças de autoeficácia dos professores de música para atuar na educação básica em relação a variáveis demográficas e de contexto. O referencial teórico do trabalho está fundamentado na perspectiva social cognitiva, mais especificamente na teoria da autoeficácia de Bandura. De acordo com o meu objetivo o survey se mostrou o método mais adequado para realizar esta pesquisa. Como instrumento de coleta de dados foi utilizado o questionário autoadministrado publicado na internet. Esse questionário foi constituído de questões sobre informações pessoais e 21 itens em escala de Likert medidos em cinco pontos. Os itens da escala foram agrupados em cinco dimensões das crenças de autoeficácia do professor de música para atuar na educação básica: a) ensinar música; b) gerenciar o comportamento dos alunos; c) motivar os alunos; d) considerar a diversidade do aluno; e e) lidar com mudanças e desafios. Esse instrumento foi denominado de Escala de Autoeficácia do Professor de Música. Fizeram parte da amostra 148 professores e estagiários que atuavam na educação básica ministrando aula de música no currículo. A metodologia foi divida em duas fases. A fase 1 teve como objetivo testar o desenho da pesquisa, que seguiram as seguintes etapas: a) adaptação e elaboração da escala para investigar o grau das crenças de autoeficácia dos professores de música; b) estudo-piloto para verificar a confiabilidade do instrumento de medição; e c) seu layout e logística via internet. Na fase 2 foram realizadas a coleta e a análise de dados. Para análise dos dados foram utilizadas a estatística descritiva e a estatística inferencial. Os resultados apontaram que em geral os professores atribuíram altos e médios índices aos itens de todas as dimensões de crenças de autoeficácia. As dimensões que apresentaram menores índices de crenças de autoeficácia foram: gerenciar o comportamento dos alunos e motivar alunos. Esse resultado parece sugerir que os professores de música sentem menores crenças de autoeficácia em lidar com dimensões que se referem ao relacionamento interpessoal (professor-aluno). Além disso, foi constatado que quanto maior a faixa etária e tempo de atuação do professor de música maior tende ser o valor do escore médio da dimensão gerenciar o comportamento dos alunos. Esta pesquisa pretende contribuir para a área de educação musical ao trazer uma perspectiva teórico-metodológica para compreender as crenças de autoeficácia dos professores de música.
Abstract The current work aimed to investigate the music teachers’ self-efficacy belief to teach in school related to demographic variables and context. The theoretical framework is based on social cognitive perspective, specifically on Bandura's self-efficacy theory. The survey has shown to be the most appropriate method to conduct this research. A self-administered questionnaire published on the internet was used as the data collection tool. This questionnaire was composed of questions about personal information and 21 items in 5-point Likert's scale. The scale items were grouped in five dimensions of music teacher self-efficacy belief to teach in school context: a) teach music; b) manage students' behavior; c) motivate students; d) consider the students' diversity; and e) cope with changes and challenges. This tool was called Music Teacher's Self- Efficacy Scale. The sample consisted of 148 teachers and trainees working on school teaching curricular music classes. Methodology was split into two phases. Phase 1 aimed testing the research design, following these stages: a) development of the scale to investigate music teachers' self-efficacy belief; b) a pilot study to check the reliability of the measurement tool; and c) its layout and logistics via internet. In phase 2 data collection and data analysis were performed. For data analysis we used descriptive statistics and inferential statistics. The results showed that teachers usually gave high and medium indexes in all self-efficacy belief dimensions. The dimensions showing the lowest self-efficacy scores were: manage students' behavior and motivate student. This result suggests that music teachers have lower self-efficacy belief when dealing with dimensions related to interpersonal relationship (teacher-student). Furthermore, it has been learned that the greater the age and work experience of the teacher, the higher is the average score in the dealing with managing students' behavior dimension. This research intends to contribute with the music education field providing a theoretic-methodological perspective to help understanding the music teachers’ self-efficacy belief.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/31429
Arquivos Descrição Formato
000781480.pdf (3.754Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.