Repositório Digital

A- A A+

Avaliação de sustentabilidade e eficácia de tratamentos preservantes naturais de madeiras de florestas plantadas no RS para o controle do cupim

.

Avaliação de sustentabilidade e eficácia de tratamentos preservantes naturais de madeiras de florestas plantadas no RS para o controle do cupim

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação de sustentabilidade e eficácia de tratamentos preservantes naturais de madeiras de florestas plantadas no RS para o controle do cupim
Outro título Assessment of sustainability and the effectiveness of natural treatments of forested woods in the State of Rio Grande do Sul for the control of drywood termites
Autor Stumpp, Eugen
Rech, Vânia
Sattler, Miguel Aloysio
Barros, Neiva Monteiro de
Abitante, Ana Luiza Raabe
Resumo A madeira é o único material de construção civil renovável. É um material universal, econômico, histórico e sustentável. Boa parte das madeiras é naturalmente resistente à ação dos agentes xilófagos. Entretanto, algumas madeiras de florestas plantadas, no entanto, não são resistentes e necessitam de tratamentos preservantes. Um dos mais vorazes agentes xilófagos, que se alimenta da celulose da madeira, é o cupim-da-madeira-seca – Cryptotermes brevis. Grande parte do litoral do Brasil é infestado por esse inseto. Até há pouco tempo, a única alternativa de controle dessa praga era o uso de preservantes químicos sintéticos, tais como mercuriais, arseniatos, organoclorados e outros, todos de elevado risco para a saúde dos mamíferos e com considerável impacto ambiental. Este artigo apresenta os testes que foram realizados com novos produtos alternativos de controle dessa praga, os quais têm baixo impacto ambiental e de baixo risco à saúde dos mamíferos. São preservantes à base de mineralizantes e extratos de plantas que foram testados em madeiras de florestas plantadas no RS, comumente usadas na construção civil: Araucaria angustifolia, Pinus spp. e Eucalyptus grandis. Os resultados desta pesquisa mostram a eficácia desses preservantes para o tratamento de madeiras plantadas, para as mais variadas aplicações na construção civil.
Abstract Wood is a unique renewable construction material. It is a universal economical, historical and sustainable material. Most types of wood are naturally resistant against xylophagous agents. However, some forested woods are not resistant to them and need some kind of treatment. One of the most destructive xylophagous is the drywood termite - Cryptotermes brevis - which require wood cellulose for their survival. They infect most coastal regions of Brazil. Until recently the control of this insect was made with products based on mercurials, arsenicals, phenolchorides and other chemicals, causing a high environmental impact. This paper presents tests that have been made with alternative products for controlling this plague, which have low environmental impact and low risks for the health of mammals. These are based on natural products obtained from plant extracts and minerals which have been tested in several reforestation woods from the state of Rio Grande do Sul: Araucaria angustifolia, Pinus spp. and Eucalyptus grandis. The results of this study indicate that those treatments are effective for the treatment of reforestation woods for different types of applications in construction.
Contido em Ambiente construído: revista da Associação Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído. Porto Alegre. Vol. 6, n. 2 (Abr./Jun. 2006), p. 21-31
Assunto Florestas plantadas
Madeira
Tratamento da madeira
[en] Drywood termite
[en] Planted forest
[en] Sustainability
[en] Wood treatments
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/31662
Arquivos Descrição Formato
000642835.pdf (505.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.