Repositório Digital

A- A A+

A Sombra do Porvir : a fenomenologia em um processo de composição e ação musical

.

A Sombra do Porvir : a fenomenologia em um processo de composição e ação musical

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A Sombra do Porvir : a fenomenologia em um processo de composição e ação musical
Autor Gubert, Priscila Medina
Orientador Cunha, Antônio Carlos Borges
Data 2010
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Música.
Assunto Composição musical
Tempo musical
[en] Compositional procedures
[en] Musical time
[en] Phenomenology of music
Resumo Este trabalho apresenta uma reflexão sobre a memória do processo composicional e uma análise das características apreendidas pela consciência da compositora, através da música. As composições, que são o principal objeto de reflexão neste memorial, tiveram como premissa estética o conceito de sombra, o qual inspirou as tomadas de decisão. O procedimento primordial, para a elaboração das peças, constitui-se a partir da ação, a qual é tomada como ponto de partida para a caracterização e a identidade expressiva da composição, fundamentalmente relacionada à performance. A análise é amparada pela Fenomenologia da Música, em autores como Schutz (1976) e Clifton (1976), e se concentrou nas temporalidades encontradas nas composições, valendo-se das proposições de Kramer (1988), acerca dos tipos de passagem do tempo (Tempo Linear e Tempo Não-Linear). Estes tipos são relacionados aos objetos ideais do pensamento da autora, especialmente aqueles originados na experiência musical. Imagens e sonoridades integram uma moldura de referência que agrupa os conteúdos da memória. Desta forma, sonoridades, ações e memórias, são tomadas como aspectos constituintes do fenômeno musical e composicional.
Abstract This paper presents a reflection on the memory of the compositional process and an analysis of the characteristics apprehended from composer’s consciousness, through the music. The compositions, which are the main object of reflection in this memorial, had the concept of shadow as its aesthetic premise, which inspired the decision-making. The fundamental procedure for the preparation of compositions, it constitutes from the action, which is taken as a starting point for characterizing the composition and the musical identity, mainly related to performance. The analysis is supported by Phenomenology of Music, from authors like Schutz (1976) and Clifton (1976), and is focused on temporalities found in music, using the Kramer (1988) propositions about the kinds of time (Linear Time and Nonlinear Time). These kinds are related to ideal objects of autoress’ thought, especially those originated in musical experiences. Images and sonorities are members of a frame of reference that groups the memory contents. Thus, sonorities, memories and actions are taken as aspects that constitute the musical and compositional phenomenon.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/31669
Arquivos Descrição Formato
000780570.pdf (14.64Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.