Repositório Digital

A- A A+

A assessoria jurídica universitária em direitos de gênero como uma estética da amizade

.

A assessoria jurídica universitária em direitos de gênero como uma estética da amizade

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A assessoria jurídica universitária em direitos de gênero como uma estética da amizade
Autor Dias, Lucia Regina Ruduit
Orientador Tittoni, Jaqueline
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Amizade
Assessoria jurídica universitária
Estética
Fotografia
Gênero
Subjetividade
[en] Aesthetics of friendship
[en] Gender rights
[en] Legal advice university
[en] Photographic intervention
[en] Subjective processes
Resumo O presente estudo analisa as práticas em assessoria jurídica universitária, problematizando a experiência d@s trabalhadoræs do grupo G8-Generalizando (G8-G) do Serviço de Assessoria Jurídica Universitária da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (SAJU-UFRGS) que trabalha com direitos de gênero. O estudo investiga como a prática de assessoria jurídica universitária se coloca enquanto uma ética que potencializa a produção de uma estética de amizade entre @s trabalhadoræs do G8-G. A estratégia metodológica utilizada é a intervenção fotográfica, inserida no âmbito da psicologia social e da pesquisa-intervenção, tendo por base o acompanhamento do grupo e utilizando-se de ferramentas oriundas da Análise Institucional. A intervenção fotográfica possibilita a análise das dizibilidades e visibilidades presentes no G8-G utilizando-se das ferramentas de análise de implicação, diário de pesquisa, restituição e oficinas de fotografia. A intervenção fotográfica baseia-se no conceito de ato fotográfico onde não só as imagens são importantes, mas todo o processo envolvido no produzir, olhar, contemplar, pensar e lidar com as fotografias. As discussões provocadas pela intervenção, analisadas à luz das noções de sujeito, ética e estética em Michel Foucault e que embasam o conceito de estética da amizade, indicam o G8-G enquanto um coletivo em fluxo composto por movimentos produtores de subjetividade, sendo estes movimentos a assessoria, o gênero e as disciplinas. As experiências do G8-G se configuram como práticas de si onde um trabalho de si sobre si mesmo se coloca enquanto um trabalho ético que aponta na direção de uma estética da amizade que convoca outras maneiras de operar em assessoria jurídica universitária, através da horizontalização, descentralização, parceria, lidando com a complexidade e instabilidade na direção de uma singularização do trabalho e de uma composição da vida como uma obra de arte.
Abstract This study examines the practices in university legal counsel, questioning the experience of Generalizing Group-G8 (G8-G) workers of the Office of Legal Counsel of Rio Grande do Sul Federal University (UFRGS-SAJU) working with gender rights. The study investigates how the practice of university legal counsel arises as an ethic that enhances the production of an aesthetic of friendship between G8-G workers. The methodological approach is photographic intervention, embedded within social psychology and research intervention, based on monitoring the group and using tools derived from the institutional analysis. The photographic intervention allows the analysis of what is utterable and visibilities present in G8-G using the tools of analysis of implication, research diary, restoration and photography workshops. The photographic intervention is based on the concept of the photographic act where not only the images are important, but the entire process involved in producing, looking, contemplating, thinking and dealing with the photographs. Discussions provoked by the intervention, analyzed in the light of the notions of self, ethics and aesthetics in Foucault and which embody the concept of aesthetics of friendship, indicate G8-G as a collective in flow composed of movements that produce subjectivity, being these movements advice, gender and disciplines. G8-G experiences are configured as a practice where a work by itself on itself stands as a work ethic that points towards an aesthetic of friendship that summons other ways to operate in university legal counsel, by flattening, decentralization, partnership, dealing with the complexity and instability towards a singularity of the paper and a composition of life as a work of art.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/31797
Arquivos Descrição Formato
000780776.pdf (3.258Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.