Repositório Digital

A- A A+

O impacto do programa preventivo-educativo da Unidade de Saúde da Família Viçosa na saúde bucal de escolares

.

O impacto do programa preventivo-educativo da Unidade de Saúde da Família Viçosa na saúde bucal de escolares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O impacto do programa preventivo-educativo da Unidade de Saúde da Família Viçosa na saúde bucal de escolares
Autor Maders, Caroline
Santos, Nathália Maria Lopes dos
Orientador Hugo, Fernando Neves
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Atenção primária : Saúde
Odontologia preventiva
[en] Family health
[en] Health education
[en] Oral health
Resumo O Programa Saúde da Família (PSF) foi criado pelo Ministério da Saúde em 1994, priorizando as ações de proteção e promoção à saúde dos indivíduos e da família. A prevenção tem sido também o enfoque da Odontologia que, cada vez mais, tem deixado de priorizar apenas o tratamento curativo dos problemas bucais. O presente estudo tem como objetivo avaliar o impacto do programa preventivo-educativo realizado pela Equipe de Saúde Bucal (ESB) da Estratégia de Saúde da Família (ESF) Viçosa na Escola Estadual de Ensino Fundamental Thereza Noronha Carvalho. O programa preventivo-educativo é realizado nesta escola desde 2001, e consiste na realização de escovação supervisionada semanal em alunos de 1º a 8º ano do Ensino Fundamental. O estudo é caracterizado como longitudinal, com dados secundários coletados a partir de exames clínicos realizados pela ESB em dois momentos, março e setembro de 2010, e incluídos no Levantamento de Saúde Bucal nas Escolas da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Porto Alegre, RS. As variáveis analisadas foram placa visível, gengivite e mancha branca ativa. As diferenças entre as variáveis de interesse nos dois períodos de avaliação foram verificadas por meio do teste Qui-quadrado. Foram avaliadas 153 crianças em março e 146 crianças em setembro de 2010, pertencentes aos 1°s, 2°s e 3°s anos da referida escola, com média de idade de 7,59 anos. Houve diferença significativa entre o primeiro e o segundo exames em relação às variáveis presença de placa visível [135 (88,24%) vs. 9 (6,16%), p=0,000], gengivite [143 (93,46%) vs. 57 (39,04%), p=0,000] e mancha branca ativa [81 (52,94 %) vs. 18 (12,33 %), p=0,000]. Os achados do presente estudo sugerem que a abordagem preventivo-educativa foi efetiva na melhora da higiene bucal e na redução da frequência de mancha branca ativa na amostra de crianças estudadas.
Abstract The Family Health Program was created by the Brazilian Health Ministry in 1994, prioritizing health protection and promotion of individuals and families. Prevention has been the focus of dentistry in the family health, representing a shift from an exclusively restorative approach towards oral diseases that characterized previous dental public health efforts. The aim of this study is to evaluate the impact of a preventive and educational program developed by the oral health team of the Viçosa Family Health Service at Thereza Noronha Carvalho School. The preventive and educational program has been carried out since 2001, consisting of weekly supervised brushing in students from first to eighth grade. This is a longitudinal study, with secondary data retrieved from clinical examinations carried out by the oral health team in May and September of 2010 during the Oral Health Survey at Schools performed by the Municipal Health Secretary of Porto Alegre. The following variables were collected: visible plaque, gingivitis and active white spot lesions. The differences in respect to the variables of interest between the two periods of evaluation were checked using Chi-square tests. One hundred and fifty-three children were evaluated during may and 146 children were evaluated in the follow up during September, 2010. Children enrolled in 1st, 2nd and 3rd years were evaluated. The mean age of the sample was 7.59. There was a significant difference between the baseline and follow up examinations in respect to visible plaque [135 (88.24%) vs. 9 (6.16%), p=0.000], gingivitis [143 (93.46%) vs. 57 (39.04%), p=0.000] and active white spot lesion [81 (52,94 %) vs. 18 (12,33 %), p=0.000]. The findings of this study suggest that a preventive-educative intervention was effective in the improvement of oral hygiene and in the reduction of the frequency of active white spot lesions in the studied children.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/32090
Arquivos Descrição Formato
000786344.pdf (919.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.