Repositório Digital

A- A A+

Avaliação in vitro do efeito antimicrobiano de uma suspensão de própolis frente ao enterococcus faecalis

.

Avaliação in vitro do efeito antimicrobiano de uma suspensão de própolis frente ao enterococcus faecalis

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação in vitro do efeito antimicrobiano de uma suspensão de própolis frente ao enterococcus faecalis
Autor Inácio, Francisco Colpani Rosales
Telles, Lucas Henrique
Orientador Só, Marcus Vinicius Reis
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Farmacologia e terapeutica : Odontologia
Fitoterapia
[en] Agar difusion
[en] Endodontics
[en] Enterococcus faecalis
[en] Propolis
Resumo Objetivos: Avaliar, in vitro, a atividade antimicrobiana, da suspensão de própolis 5 e 10%, sobre Enterococcus faecalis (ATCC 29212). Métodos: A técnica de disco-difusão em Ágar foi empregada para determinar a ação antimicrobiana das seguintes substâncias: extrato seco de própolis a 5% (n=19) e 10% (n=19), Clorexidina (n=19 controle positivo) e propilenoglicol (n=19 controle negativo). O diâmetro dos halos de inibição bacteriana foi medido após 24 horas. Resultados: Diferenças estatisticamente significante foram observadas através do teste de Kruskal Wallis (p< 0,001). O grupo da clorexidina mostrou halos de inibição de crescimento bacteriano com média de 6,631 mm, enquanto o própolis a 5 e 10% e o propilenoglicol não apresentaram halos. Conclusão: O extrato de própolis a 5 e 10% suspenso em propilenoglicol não evidenciou atividade antimicrobiana, in vitro , frente ao Enterococcus faecalis.
Abstract Objective: Evaluate in vitro the antimicrobial activity of propolis suspension 5.0% and 10.0% propolis suspension against Enterococcus faecalis (ATCC 29212). Methods: The agar diffusion test and the disc method were used for the following substances: propolis dry extract at 5.0% (n=19) and 10.0% (n=19), chlorhexidine (n=19 positive control) and propylene glycol (n=19 negative control). The halos diameters of the bacterial inhibition were measured after 24 hours. Results: Statistically significant difference were observed through the Kruskal Wallis test (p< 0.001). The chlorhexidine group showed inhibition halos of bacterial growth with average of 6.631 mm, while propolis at 5.0% and 10.0% and the propylene glycol didn't develop halos. Conclusion: The propolis extract at 5.0% and 10.0 % in the propylene glycol suspension didn't show antimicrobial activity, in vitro, against Enterococcus faecalis.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/32095
Arquivos Descrição Formato
000786376.pdf (231.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.