Repositório Digital

A- A A+

Azitromicina no tratamento da periodontite agressiva : achados radiográficos de um ensaio randomizado de 12 meses

.

Azitromicina no tratamento da periodontite agressiva : achados radiográficos de um ensaio randomizado de 12 meses

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Azitromicina no tratamento da periodontite agressiva : achados radiográficos de um ensaio randomizado de 12 meses
Autor Seleme, Francine Araujo
Segatto, Paula Dal Molin
Orientador Haas, Alex Nogueira
Data 2010
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Periodontia : Doencas : Radiografia
Periodontia : Doencas : Tratamento
[en] Adolescents/young-adults
[en] Aggressive periodontitis
[en] Azithromycin
[en] Digital subtraction
[en] Radiography
[en] Randomized controlled trial
[en] Systemic antibiotics
Resumo Este ensaio clínico randomizado, duplo-cego, em paralelo, controlado por placebo, teve como objetivo comparar os resultados radiográficos após raspagem e alisamento radiculares subgengivais (RASUB) com e sem o uso de azitromicina no tratamento da periodontite agressiva. Foram incluídos 17 indivíduos (13-26 anos) que receberam RASUB com azitromicina ou placebo. Os pacientes receberam manutenção a cada 3 meses ao longo de um ano. Radiografias padronizadas foram realizadas no início do estudo e após 12 meses. As radiografias foram processadas automaticamente e digitalizadas através de um scanner com definição padronizada, sendo as imagens avaliadas com Adobe Photoshop 7.0. Medidas lineares da altura óssea (AO=distância da base do defeito até junção amelocementária) foram obtidas por um examinador calibrado em pixels. Nesse mesmo programa foi realizada subtração radiográfica e calculou-se a média dos níveis de cinza em duas áreas de 80 pixels: uma área controle apicalmente ao defeito ósseo e uma área teste na porção mais coronal de ganho ósseo. Os resultados foram comparados entre os grupos através de modelos lineares considerando o agrupamento de dentes, sendo transformados para milímetros. Não foram observadas diferenças significativas na AO entre AZI e PLA no início do estudo (4,31±0,38 vs. 3,61±0,39, p=0,21). Após 12 meses, foram observados ganhos significativos na AO em ambos os grupos (0,66±0,14 vs. 0,59±0,11). Não houve diferença significativa entre os grupos na AO final (3,65±0,29 vs. 3,03±0,40). Análises estratificadas para AO inicial não demonstraram diferenças entre os grupos. Pode-se concluir que RASUB com e sem o uso de azitromicina gerou ganhos significativos na AO em pacientes jovens com periodontite agressiva, não havendo benefício adicional com o uso do antibiótico.
Abstract This randomized, double-blind, parallel, placebo-controlled trial aimed to compare the radiographic findings after scaling and root planing (SRP) with and without the use of azithromycin in the treatment of aggressive periodontitis. We included 17 individuals (13-26 years) who received SRP with azithromycin or placebo. Patients received maintenance every three months over a year. Standardized radiographs were taken at baseline and after 12 months. The radiographs were digitized and processed automatically by a scanner with a standardized definition, the images were evaluated with Adobe Photoshop 7.0. Linear measurements of bone height (distance BH = base of the defect until cementoenamel junction) were obtained in pixels, by an examiner calibrated. That same program was carried out subtraction and calculated the average gray level in two areas of 80 pixels: a control area apically to the bone defect and a test area in the coronal portion of bone gain. The results were compared between groups using linear models considering the group of teeth, being changed to millimeters. There were no significant differences at BH between AZI and PLA at baseline (4.31 ± 0.38 vs. 3.61 ± 0.39, p = 0.21). After 12 months, significant gains were observed in the BH in both groups (0.66 ± 0.14 vs. 0.59 ± 0.11). There was no significant difference between groups in the AO final (3.65 ± 0.29 vs. 3.03 ± 0.40). Analyses stratified for initial BH showed no differences between groups. It can be concluded that subgingival scaling and root planing with and without the use of Azithromycin significant gains in BH in young patients with aggressive periodontitis, with no additional benefit with antibiotic therapy.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/32166
Arquivos Descrição Formato
000785616.pdf (432.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.