Repositório Digital

A- A A+

A educação profissional no contexto da agricultura familiar em Antônio Prado-RS : instrumento de subordinação capitalista

.

A educação profissional no contexto da agricultura familiar em Antônio Prado-RS : instrumento de subordinação capitalista

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A educação profissional no contexto da agricultura familiar em Antônio Prado-RS : instrumento de subordinação capitalista
Autor Vitória, Fernando Bilhalva
Orientador Ribeiro, Marlene
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Agricultura familiar
Capitalismo
Educação rural
Ensino técnico
Políticas públicas
[en] Education in the country
[en] Family farming
[en] Professional education
[en] Rural education
Resumo A presente dissertação de mestrado tem como foco de pesquisa a formação técnica rural no contexto da agricultura familiar no município de Antônio Prado – RS, através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal deste município e o Instituto Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do Sul - IFRS. Nesta perspectiva, partimos da hipótese de que, na história das políticas públicas para o campo, os interesses dos sujeitos específicos e a formação oferecida a estes se articulam dialeticamente aos interesses do capital, definindo, desse modo, as ofertas de educação profissional. Educação do campo é a categoria central bem como o materialismo histórico-dialético é o método orientador da análise. Com isso, pensamos ter os elementos necessários para desvendar as relações sociais e históricas interpostas na formação humana dos sujeitos. A educação é entendida como um espaço estratégico de luta e consolidação hegemônica de uma classe dominante. Mas é também, no caso da educação do campo, espaço importante de luta contra-hegemônica na luta pela terra, na garantia de trabalho, liberdade, emancipação, na produção de um projeto societário diferente, aonde o social preceda e determine o econômico. A educação do campo é tomada como instrumento de análise da formação profissional oferecida aos sujeitos da agricultura familiar de Antônio Prado – RS, estabelecendo múltiplas ligações no sentido de contextualizar as relações destes sujeitos, no contexto da realidade objetiva do curso técnico, em sua concepção e propósitos. Do mesmo modo, faz-se a relação com a totalidade, sob as bases do modelo flexível de acumulação do capital, da história da educação profissional como instrumento de inclusão capitalista e sob o prisma da educação rural como estratégia da manutenção das relações sociais de classes no campo. as imigrações européias com a questão agrária brasileira, onde se resgata a importância destes sujeitos na produção de mais-valia no processo de produção do capital. De posse das categorias de análise e da contextualização histórica da região é possível efetuar-se o confronto entre a realidade objetiva dos sujeitos – agricultores familiares – e o sentido que assume a formação profissional oferecida nestes contextos histórico-sociais. Conclui-se que esta formação está voltada para subordinação ativa dos trabalhadores do campo, associada à contenção dos mesmos na região onde vivem de modo a não se dirigirem aos centros urbanos, e à criação de uma lógica produtiva de dependência sistêmica. Com isso, julga-se ter alguns elementos para compreender, na materialidade da política para a educação profissional do campo, mais propriamente nas suas contradições, tanto limites quanto possibilidades de uma formação humana.
Abstract The current master dissertation focuses on the rural technical system in the context of family farming in the town of Antonio Prado - RS, through a partnership between the City Hall of this city and the Federal Institute of Technological Education of Rio Grande do Sul – IFRS. From this perspective, we start from the assumption that in the history of public policy for the country, the interests of the specific subjects and the training provided to them are dialectically articulated to the interests of the capital, determining the offers of professional education. Education in the country is the central category, and the historical dialectical materialism is the guiding method of the analysis. Thus, we may have the necessary elements to reveal the social and historical relationships interposed in the human development of the subjects. Education is seen as a strategic area of struggle and hegemonic consolidation of a ruling class. But the education in the country is also an important area for anti-hegemonic struggle in the fight for land, job guarantee, freedom, emancipation, the production of a different societary project, where the social precedes and determines the economic. The education in the country is taken as an instrument of investigation of the professional training offered to the family farming subjects of Antonio Prado - RS, establishing multiple connections in order to contextualize the relationships of these subjects in the context of the objective reality of the technical course, in its conception and purposes. Similarly, the relationship with the totality is done under the foundations of the flexible model of capital accumulation, the history of professional education as an instrument of capitalist inclusion from the perspective of rural education as a strategy of maintaining the social relationships of classes in the country. In continuity, the history of the social development of the city is reconstructed, linking the European immigration to the land issue in Brazil, where we recall the importance of these subjects in the rise production in the process of capital production. In possession of the categories of analysis and historical contextualization of the region, it is possible to confront the subjects’ objective reality - family farmers - and the direction that takes the professional training offered in these historical social contexts. It is concluded that this system is directed towards the active subordination of country workers, linked to the contention of them in the region where they live so as not go to urban centers, and to the creation of a productive logic of systemic dependence. Thus, it is thought to have some elements to understand, in the the materiality of policy for professional education of the country, more precisely in its contradictions, both limits and possibilities of human development.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/32217
Arquivos Descrição Formato
000785516.pdf (3.214Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.