Repositório Digital

A- A A+

Aspectos bio-ecológicos e análise da diversidade e composição de quirópteros (Mammalia, Chiroptera) em área de influência da Usina Hidrelétrica Barra Grande, SC/RS, Brasil

.

Aspectos bio-ecológicos e análise da diversidade e composição de quirópteros (Mammalia, Chiroptera) em área de influência da Usina Hidrelétrica Barra Grande, SC/RS, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aspectos bio-ecológicos e análise da diversidade e composição de quirópteros (Mammalia, Chiroptera) em área de influência da Usina Hidrelétrica Barra Grande, SC/RS, Brasil
Autor Reus, Carla Letícia
Orientador Fabian, Marta Elena
Data 2009
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Barra Grande, Usina Hidrelétrica de (RS e SC)
Diversidade animal
Quirópteros
Resumo Os morcegos representam quase 25% de mamíferos de qualquer região tropical, sendo o grupo determinante na diferença entre os padrões de diversidade de mamíferos em regiões tropicais e temperadas. Os objetivos do trabalho foram: verificar e comparar a diversidade, a composição, o ritmo de atividade horária e sazonal e a condição reprodutiva dos quirópteros capturados em rede de neblina. As áreas do estudo (AC3, AD2, AD6, AD8) foram afetadas pelo alagamento proveniente da construção da Usina Hidrelétrica Barra Grande, SC/RS. De maio de 2007 até abril de 2008 foram capturados 451 indivíduos distribuídos em 12 espécies e três famílias. O índice de diversidade variou entre as áreas, sendo a AD6 com maior valor (H=1,473) e maior diferença em termos de composição de espécies. A AD2 e a AD8 são as mais similares em termos de composição. Segundo a análise de rarefação, dentre as quatro áreas, a AD8 é a mais rica. As populações desta área podem estar menos abundantes devido à menor distância da barragem e ao pequeno tamanho da área, o que explicaria o menor IC, mas a maior riqueza. Sturnira lilium, a espécie com o maior número de capturas (n= 351) teve concentração de registros nos meses com a média de temperatura mais baixa (n=331), correspondendo às estações outono (abril a junho) e inverno (julho a setembro). Nenhum indivíduo de Artibeus lituratus foi capturado no período de primavera/verão (outubro a março). Espécimes de Desmodus rotundus foram registrados nas quatro estações do ano, apenas em áreas de campo (AD6). A. lituratus apresentou forte associação positiva com a primeira hora de captura, quando o registro de S. lilium ficou abaixo do esperado. Entre todos os indivíduos capturados, 261 eram fêmeas e 186 eram machos. Fêmeas grávidas de S. lilium foram encontradas nos meses de julho e dezembro de 2007 e março e abril de 2008. Julho foi o mês com o maior número de registros de fêmeas lactantes e não lactantes desta espécie. Todos os exemplares de A. lituratus capturados estavam aparentemente inativos sexualmente. No mês de setembro uma fêmea grávida e uma grávida e lactante de D. rotundus foram capturadas, fêmeas lactantes apareceram somente no mês de junho. Fatores adversos do habitat podem afetar a diversidade de morcegos. A barragem pode não interferir na presença ou ausência de espécies, mas as populações presentes nas áreas podem estar num processo gradativo de ajuste, com influência direta na abundância e na riqueza de morcegos. Os resultados obtidos indicam a existência de alto potencial adaptativo das espécies estudadas à variação de temperatura e condições ambientais. A diversidade de padrões entre as espécies evidencia a existência de estratégias reprodutivas variáveis.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/32324
Arquivos Descrição Formato
000708890.pdf (1.577Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.