Repositório Digital

A- A A+

Reinvenção espacial : agroecologia e turismo - sustentabilidade ou insustentabilidade?

.

Reinvenção espacial : agroecologia e turismo - sustentabilidade ou insustentabilidade?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reinvenção espacial : agroecologia e turismo - sustentabilidade ou insustentabilidade?
Autor Porto, Carmem Rejane Pacheco
Orientador Suertegaray, Dirce Maria Antunes
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Agroecologia
Geografia agraria
Sustentabilidade
Turismo ecológico
[en] Agroecology and tourism
[en] Complexity
[en] Geographical space
[en] Indexes
[en] Rural touristic space
[en] Sustentability/insustentability
Resumo A pesquisa desenvolvida nessa tese direciona a análise para os Caminhos Rurais de Porto Alegre, mais especificamente os estabelecimentos turísticos agroecológicos, ambos localizados na zona sul da capital. Parte-se do jogo dialético – sustentabilidade/insustentabilidade – ao se trabalhar com a idéia/princípio da complexidade que envolve a sustentabilidade do turismo no espaço rural. Buscam-se dimensões de sustentabilidade, em uma dinâmica espacial que gera impactos socioambientais e, no ato de transformar/transformar-se, modifica o ambiente e a vida das pessoas. Tem-se como objetivo analisar as transformações espaciais através de um enfoque teórico-metodológico, considerado alternativo. Na medida em que propõe um diálogo entre diferentes métodos, através do materialismo histórico busca-se investigar os arranjos espaciais e os modos de vida, em diferentes momentos históricos, sobretudo, a reorganização espacial entre os anos de 1997 e 2009. O processo de investigação dos períodos históricos operacionaliza-se através das categorias de análise forma (materialidade, significado), função (diversificação das atividades econômicas), estrutura (resistência, identidade, modos de vida) processo (tempo, mudança). O conceito de espaço geográfico possibilita leituras diferenciadas quando usados para análise dos resultados da interação sociedade e natureza durante um processo histórico, sendo possível exercitar várias conexões com paisagem, território e ambiente. Associa-se ao materialismo histórico o método fenomenológico e através dele a análise da percepção dos agentes envolvidos na rede turística e na apropriação do espaço pelo turismo. Com base neste caminho metodológico denominado alternativo, chegou-se a uma proposição de indicadores de sustentabilidade que articulou indicadores resultantes de um plano técnico, através do levantamento de indicadores já sistematizados, do mapeamento da área de intervenção, das observações de campo e dos registros fotográficos e, em outro plano, através da percepção dos diferentes agentes sociais. A análise que permitiu a elaboração do conjunto de indicadores possibilita também a interpretação das práticas da agricultura e do turismo no espaço rural, consoante com os princípios de sustentabilidade, nos estabelecimentos turísticos dos Caminhos Rurais de Porto Alegre, localizados no bairro Lami. Esse conjunto de indicadores configura-se como um instrumento metodológico aplicável no processo de desenvolvimento, gestão e monitoramento do turismo no espaço rural, correlacionados as dimensões econômica, social e ambiental de sustentabilidade. Em síntese, a sua aplicação permitiu encontrar sustentabilidade e/ou insustentabilidade em relação às categorias de análise forma, função, estrutura e processo, associados aos processos perceptivos. Para finalizar, apresenta-se a construção metodológica alternativa como possibilidade para análise do espaço turístico rural, com as recomendações em relação aos limites e aquilo que é exequível para subsidiar a análise espacial, identificadas e experimentadas no decorrer do processo de desenvolvimento desta tese.
Abstract The research developed in this study directs the analysis to Caminhos Rurais de Porto Alegre (Porto Alegre Rural Paths), more specifically the agroecological touristic establishments, both situated in the city‘s southern zone. The starting point is the dialectic interplay between sustentability/insustentability, and the analysis is developed on the idea/principle of complexity, involving the sustentability of tourism in the rural space. Dimensions of sustentability are sought in a spatial dynamics which generates social and environmental impacts and, in transforming itself, changes people. The objective is to analyze the spatial transformations through a theoretical and methodological approach seen as alternative as it proposes a dialog between distinct methods. Through Historical Materialism the investigation focuses on spatial arrangements and ways of life in different historical moments, particularly the spatial reorganization between 1997 and 2009. The investigation process of historical period is operationalized through the analytical categories of form (materiality, meaning), function (diversification of economical activities), structure (resistance, identity, ways of life), and process (time, becoming). The concept of geographical space enables various readings when used for analyzing the results of the interaction between society and nature during a historical process, with a range of possible connections with landscape, territory, and environment. The Historical Materialism is associated to the Phenomenological Method, which is drawn upon to analyze the perception of actors involved in the touristic network and in the appropriation of space by the touristic activities. Based on this methodological pathway considered alternative a proposition of sustentability indexes was reached, articulating resulting indexes from a technical plane, through the use of already systematized indexes of the mapping of the intervention area, field observations and photographic records and, in another plane through the perception of different social actors. The analysis which enabled the elaboration of the set of indexes also enables the interpretation of practices of agriculture and tourism in the rural space, consistent with the principles of sustentability in the touristic establishments of Caminhos Rurais de Porto Alegre, located at the Lami neighborhood. This set of indexes functions as a methodological instrument to be applied in the process of development, management and monitoring of tourism in the rural space, with a correlation of the economic, social, and environmental dimensions. Its application permitted seeking sustentability and/or insustentability related to the analytical categories of form, function, structure, and process, associated to the perceptive processes. Finally, the alternative methodological construction is presented as a possibility of analysis of rural touristic space, with the recommendations related to the limits and to that which is feasible to subsidize the spatial analysis, identified and experienced throughout the process of the development of the study.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/32697
Arquivos Descrição Formato
000787611.pdf (10.45Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.