Repositório Digital

A- A A+

O clima organizacional percebido e idealizado entre os docentes masculinos e femininos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

.

O clima organizacional percebido e idealizado entre os docentes masculinos e femininos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O clima organizacional percebido e idealizado entre os docentes masculinos e femininos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Autor Richter, Liana Yara
Orientador Souza, Edela Lanzer Pereira de
Data 1982
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Análise organizacional : Comportamento : Satisfacao : Motivacao : Trabalho : Docente : UFRGS
Resumo A presente pesquisa, tendo como campo de anãlise a Universidade Federal do Rio Grande do Sul — UFRGS, propôs-se verificar se existe diferença significativa entre a percepção real e ideal do clima organizacional entre docentes masculinos e docentes femininos. Objetivou igualmente constatar se hã uma diferença significativa entre os motivos sociais bãsicos de realização, afiliação e poder (McClelland) bem cimo determinar a existência ou não de satisfação no trabalho. Para a coleta de dados,foram enviados questionários a 1988 docentes dos quais retornaram 214 questionários referentes a docentes masculinos e 153 referentes a docentes femininos. Estes dados foram colhidos com a Escala de Clima Organizacional de Kolb, elaborada a partir dos estudos de Litwin e Stringer. Para proceder a análise estatística, aplicou-se o teste Qui Quadrado o qual foi complementado pelo teste de Fischer, objetivando avaliar, entre docentes de ambos os sexos, a significar-ida da relação do clima real percebido e o clima ideal, considerando seus sete fatores. O mesmo teste foi aplicado para avaliar a significãncia da relação entre a satisfação no trabalho e o sexo dos docentes. Utilizou-se o teste "t" de Student para verificar a significãncia da relação entre os motivos sociais básicos percebidos (real ou ideal) e o sexo dos docentes. De acordo com o tratamento estatistico aplicado aos dados fornecidos pelos docentes, observou-se que as diferenças na percepção real e ideal do clima entre os docentes masculinos e femininos da UFRGS não são significativas na gran de maioria das vezes. Constatou-se que os docentes femininos idealizam mais vezes os motivos sociais básicos, notadamente afiliação e realização. Verificou-se também que, de forma geral, os docentes masculinos mostram-se mais satisfeitos em maior número de vezes do que os docentes femininos.
Abstract The present research, which has been developed in the Federal University of Rio Grande do Sul, intended to verify if there is a meaningful difference between the real and the ideal perception of the organizational climate among male and female professors. It also intended to verify if there is a significant difference among the basic social motives of achievement, affiliation and power (McClelland) as well to determine if there is or not satisfaction at work. For this research, questionnaires were sent to 1,988 staff members out of which 214 concerning male professors and 153 concerning female professors were returned. The instrument used for the survey was Kolb's Scale of the Organizational Climate, elaborated on Litwin Stringer' 's studies. The statistical analysis, used Qui Square tesa, which was complemented by Fischer's test in order to evaluate, among male and female professors, the significance of the relation of real climate perceived and ideal climate considering as its seven factors. The same test was applied to evaluate the significance of the relation between satisfaction at work and sex. In order to verify the significance of the relation between the basic perceived social motives (real or ideal)and the sex of the staff, Student's test was applied. According to statistical treatment applied to data collected, it was observed taht in most cases the diferences between real and ideal climate among male and female professors of Federal Uni versi ty of Rio Grande do" Sul are not significant. It was verified that the female professors idealize the basic motives more often, especially affiliatiun and chievement. It was also verified that, in general, the male professors seem to be satisfied more frequently than the female professors.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/32843
Arquivos Descrição Formato
000149024.pdf (3.242Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.