Repositório Digital

A- A A+

Jornalismo e comunicação organizacional em diálogo : imagens-conceito da assessoria de imprensa e interações entre fontes, assessores e jornalistas

.

Jornalismo e comunicação organizacional em diálogo : imagens-conceito da assessoria de imprensa e interações entre fontes, assessores e jornalistas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Jornalismo e comunicação organizacional em diálogo : imagens-conceito da assessoria de imprensa e interações entre fontes, assessores e jornalistas
Autor Sartor, Basilio Alberto
Orientador Baldissera, Rudimar
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Assessoria de imprensa
Comunicação organizacional
Imagem-conceito
Jornalismo
[en] Communication
[en] Image-concept
[en] Journalism
[en] Organizational communication
[en] Press relations
[en] Social interaction
Resumo A atividade de assessoria de imprensa (AI) consolida-se no Brasil como instância especializada de mediação entre fontes de notícias e profissionais da mídia jornalística. Nesse sentido, tende a assumir função estratégica nos processos de comunicação de organizações dos diversos campos sociais e a influenciar a produção informativa dos meios. Este estudo busca compreender as interações que se estabelecem entre fontes assessoradas, assessores de imprensa e jornalistas da mídia, a partir das imagens-conceito que esses sujeitos têm da atividade de AI como dimensão dos processos de produção jornalística e de comunicação organizacional. Sob o paradigma teórico-metodológico do interacionismo simbólico, a pesquisa de campo é realizada por meio de entrevistas em profundidade com quatro fontes, quatro assessores e quatro jornalistas do estado do Rio Grande do Sul. Através da análise de discurso dos relatos obtidos, ancorada principalmente nas teorias e conceitos do jornalismo e da comunicação organizacional, evidenciam-se as imagens-conceito da AI como: estratégia/estratégica, atividade jornalística, jornalismo terceirizado, “jornalismo chapa branca”, negócio lucrativo, atividade inconveniente e serviço dispensável. Esses conjuntos de representações permitem pensar a AI como atividade que se constitui em perspectiva dialógica entre sentidos e práticas relacionados ao campo jornalístico (sua cultura, seus valores, suas formas narrativas e modos de produção) e ao campo da comunicação no âmbito das relações organizacionais (suas estratégias de visibilidade, relacionamento e construção de imagem). Com base nas imagens-conceito evidenciadas no estudo, afirma-se que as interações entre os sujeitos implicados na atividade de AI tendem a constituir relações de poder que se atualizam sob as formas de cooperação estratégica, negociação e conflito.
Abstract The activity of press relations (PR) consolidates itself in Brazil as a specialized instance of mediation between news sources and journalistic media professionals. In this sense, it tends to take strategic role in the communication processes of organizations from several social fields and to influence the informational production of resources. This study seeks to understand the interactions that occur among advised journalistic sources, press officers and media journalists, out of images-concept that these subjects have of PR activity as dimension of journalistic production processes and organizational communication. Under the theoretical and methodological paradigm of symbolic interactionism, the field research is conducted through in-depth interviews with four sources, four press officers and four journalists from the state of Rio Grande do Sul. Through discourse analysis of the gathered reports, mainly based on theories and concepts of journalism and organizational communication, it becomes evident the images-concept of PR as: strategy/strategic, journalistic activity, outsourced journalism the so-called chapa branca journalism, profitable business, inconvenient activity and dispensable service. These sets of representations allow to think PR as an activity that constitutes itself in dialogical perspective between meanings and practices related to the journalistic field (its culture, values, narrative forms and modes of production) and the communication field within the organizational relations (their visibility strategies, relationship and image building). Based on the images-concept evidenced in the study, it is affirmed that the interactions between the subjects involved in the activity of PR tend to compose power relations that are updated under the forms of strategic cooperation, negotiation and conflict.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/32869
Arquivos Descrição Formato
000786923.pdf (630.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.