Repositório Digital

A- A A+

Sobrepeso em pré-escolares dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina : prevalência e fatores associados

.

Sobrepeso em pré-escolares dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina : prevalência e fatores associados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sobrepeso em pré-escolares dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina : prevalência e fatores associados
Outro título Overweight in preschool children from the states of Rio Grande do Sul and Santa Catarina: prevalence and associated factors
Autor Schuch, Ilaine
Orientador Goldani, Marcelo Zubaran
Data 2011
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente.
Assunto Obesidade
Pré-escolar
Prevalência
Rio Grande do Sul
Santa Catarina
Sobrepeso
[en] National program of school nutrition
[en] Overweight
[en] Preschoolers
Resumo A obesidade na infância está relacionada à obesidade e outras doenças crônicas na adolescência e na vida adulta. O objetivo geral deste trabalho foi estudar a prevalência e os fatores associados ao sobrepeso em pré-escolares matriculados em escolas públicas dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Realizou-se estudo transversal com pré-escolares, com idade entre 4 e 6 anos, matriculados em escolas públicas atendidas pelo PNAE nos estados do RS e SC. O desfecho estudado foi o sobrepeso, definido através do escore Z > 2DP para o Índice de Massa Corporal (IMC)/idade, em comparação com a população de referência da OMS 2006/2007. As medidas antropométricas de massa corporal e altura foram aferidas em duplicata, utilizando-se técnicas padronizadas conforme OMS (WHO, 1995). As variáveis de sexo, idade, massa corporal e altura da criança foram aferidas na escola. A cor da pele foi obtida pela observação e classificada como branca, parda e negra. O peso ao nascimento, a escolaridade materna e o tempo de aleitamento materno total foram obtidos por informação materna. Dados foram duplamente digitados utilizando o software EPI-INFO versão 6.04. As análises estatísticas foram realizadas através do programa STATA versão 12.0. Realizaram-se análises descritivas dos dados, com cálculo de frequências absolutas e relativas. A associação entre as variáveis foi avaliada pelo teste qui-quadrado de Pearson. Nas variáveis dicotômicas, a correção de Yates foi utilizada. As variáveis que apresentaram um valor de p W 0,25 na análise bivariada foram incluídas no modelo multivariado de Regressão de Poisson. A medida de efeito utilizada foi a Razão de Prevalências com o intervalo de 95% de confiança para estimar a magnitude do efeito. Avaliaram-se 4.936 crianças (no estado do RS 2.599 e em SC 2.337) em 14 municípios (8 no RS e 6 em SC). As prevalências de sobrepeso foram de 14,4% e 7,5%, respectivamente nos estados do RS e SC. As variáveis que apresentam associação com a prevalência de sobrepeso nos pré-escolares são: o número de moradores no domicílio, a escolaridade materna, a situação conjugal, o número de filhos, a idade materna ao nascimento do primeiro filho e o peso ao nascer.
Abstract Childhood obesity is related to overweight and other chronic diseases in adolescence and in adulthood. The general objective of this work was to study the prevalence and factors associated with obesity in preschool children enrolled in public schools of the States of Rio Grande do Sul (RS) and Santa Catarina (SC). A cross-sectional study was conducted with preschoolers, aged between 4 and 6 years old, enrolled in public schools serviced by PNAE (National Program of School Nutrition) in the States of RS and SC. The outcome was overweight, defined by the Z > 2SD score for the body mass index (BMI)/age, in comparison with the reference population of the WHO 2006/2007. Anthropometric measures of body mass and height were measured in duplicate, using standardized techniques according to the WHO (WHO, 1995). The variables of gender, age, body mass and height of the child were measured at school. Skin color was obtained by observation and classified as white, brown and black. The birth weight, mother’s schooling and total breastfeeding time were obtained by information given by the mother. Data were doubly typed using EPI-INFO version 6.04. The statistical analyses were performed through the STATA version 12.0. Descriptive analyses of the data, with calculation of absolute and relative frequencies were performed. The association between the variables was evaluated by the Chi-square Pearson Test. In dichotomous variables, Yates correction was used. The variables which presented a value of p W 0.25 in the bivariate analysis were included in the multivariate Poisson regression model. The measure of effect used was the Reason of Prevalence with a range of 95% of confidence to estimate the magnitude of the effect. Four thousand and nine hundred thirty six children (2,599 in RS and 2,337 in SC) in 14 municipalities (8 in RS and 6 in SC) were assessed. The prevalence of obesity was 14.4% and 7.5%, respectively, in the States of RS and SC. The variables which have association with the prevalence of obesity in preschoolers are: the number of residents at home, mother’s schooling, marital status, number of children, mother’s age at the birth of the first child, as well as, birth weight.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/32871
Arquivos Descrição Formato
000786626.pdf (887.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.