Repositório Digital

A- A A+

O desenvolvimento da consciência metalinguísitica analisado em diferentes contextos bilíngues no Brasil

.

O desenvolvimento da consciência metalinguísitica analisado em diferentes contextos bilíngues no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O desenvolvimento da consciência metalinguísitica analisado em diferentes contextos bilíngues no Brasil
Autor Piantá, Patrícia Balestra
Orientador Finger, Ingrid
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Aquisição da linguagem (segunda língua)
Aquisição da língua inglesa (segunda língua)
Bilingüismo
Brasil
Consciência
Crianças
Língua materna
Lingüística aplicada
Metalingüística
Proficiência
[en] Bilingual children
[en] Language proficiency
[en] Metalinguistic awareness
Resumo Estudos anteriores mostraram evidências de que crianças bilíngues alcançam a consciência metalinguística, maturação cerebral esperada em torno de doze anos de idade, precocemente, em comparação com crianças monolíngues. A consciência metalinguística está ligada à capacidade de refletir sobre a língua, sobre de que maneira ela é usada, sendo importante ressaltar a distinção existente entre consciência metalinguística e habilidade linguística, pois a consciência metalinguística exige uma demanda cognitiva maior (Bialystok, 2001; CARLISLE; BEEMAN; HULL; DAVIS, AND SPHARIM; 1999; Ringbom, 1987; Cenoz & Valencia, 1994; Lasagabaster, 1997, apud Jessner 2006). Contudo, cabe ressaltar que tais evidências partem de estudos envolvendo grupos de bilíngues imigrantes, ou grupos que possuem grande exposição à língua estrangeira em ambiente escolar ou na comunidade em que estão inseridos. O objetivo geral do estudo relatado nesta dissertação foi verificar a existência de uma vantagem bilíngue no caso de um grupo diferente de participantes, formado por crianças que são bilíngues aditivos, ou seja, que estão se tornando bilíngues a partir da exposição à segunda lingua, no caso, inglês, em uma escola com currículo bilíngue. A amostra foi composta por 42 crianças, de 7 e 8 anos de idade, sendo que o grupo de bilíngues (inglês/português) possui exposição à segunda língua na escola por um total de 10h semanais. Foram utilizados dois testes experimentais que exigem alto controle de atenção: Teste de Arbitrariedade da Língua, adaptado do estudo de Eviatar & Ibrahim (2000) e de Piaget (1929); e Teste de Substituição de Símbolos, baseado em Ben-Zeev (1977). Além disso, foi verificada a necessidade de se utilizar ainda um Teste de Proficiência Leitora em Língua Materna, a fim de verificar possíveis diferencas em termos de proficiência leitora em língua materna entre os dois grupos, principalmente pelo fato de os testes citados anteriormente terem sido aplicados em português. Não foi verificada diferença entre os grupos na análise dos resultados dos Testes de Arbitrariedade da Língua e Substituição de Símbolos. Foi encontrada, entretanto, diferença significativa entre os grupos no Teste de Proficiência Leitora em Língua Materna, mostrando um melhor desempenho dos participantes bilíngues. Os resultados encontrados são discutidos traçando uma comparação aos resultados já relatados na literatura, no que diz respeito ao grau de bilinguismo, tempo de exposição à segunda língua, trazendo evidências de que estar em contato a dois idiomas simultaneamente não acarreta desvantagens aos bilingues na aquisição da habilidade de leitura na língua materna.
Abstract Previous studies have shown evidence that bilingual children reach metalinguistic awareness, brain maturity, before the expected age of twelve, which is earlier in comparison to monolingual children. Metalinguistic awareness is linked to the ability to reflect on the language and how it is used. It is important to emphasize the distinction between metalinguistic awareness and linguistic skills, as the metalinguistic requires a greater cognitive demand (Bialystok, 2001; CARLISLE; Beeman, HULL, DAVIS, AND SPHARIM; 1999; Ringbom, 1987; Cenoz & Valencia, 1994; Lasagabaster, 1997, apud Jessner 2006). This evidence involves groups of bilingual immigrants, or groups that have high exposure to foreign language in a school or community where they live. The overall objective of this study is to verify whether a bilingual advantage exists among a different group of participates, additive bilinguals. They have become bilingual from exposure to a second language through a school with a bilingual curriculum. The sample comprised of 42 children, around the age of 7 and 8 years old. The group of bilingual (English / Portuguese) children are exposed to a second language at school for a total of 10 hours per week. In this study we used two experimental tests in which both required high attention control. The Language Arbitrariness Task, that comes from the original study of Eviatar & Ibrahim (2000) and Piaget (1929), and the Symbol Substitution Task, based on the work of Ben-Zeev (1977). In order to verify possible differences in terms of reading proficiency between the two groups there was a need to use a Reading Proficiency Test in the Mother Tongue Language, mainly because the tests have been applied in Portuguese. There were no differences between the groups in the analysis results of the Language Arbitrariness Task and Language Symbol Substitution Task. However, we found significant differences between groups on the Test of Reading Proficiency in Mother Tongue Language, showing a better performance of bilingual participants. The results are discussed comparing the information already reported in the literature regarding the degree of bilingualism and the time of exposure to second the language, providing evidence that being in contact with two languages simultaneously carries no disadvantages to the acquisition of bilingual reading ability in mother tongue language.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/32877
Arquivos Descrição Formato
000786753.pdf (508.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.