Repositório Digital

A- A A+

Hi tech : um estudo sobre mídia e comportamento

.

Hi tech : um estudo sobre mídia e comportamento

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Hi tech : um estudo sobre mídia e comportamento
Autor Silva, Kamilla Avila da
Orientador Pereira, Marcelo de Andrade
Data 2010
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Especialização em Pedagogia da Arte.
Assunto Comunicação
Mídia
Tecnologia
Vídeo
[en] Communication
[en] Education
[en] Reflection
[en] Technology
[en] Video
Resumo Este estudo teve lugar numa escolar pública com quatro turmas de adolescentes (teens) selecionadas, tendo por seu principal objetivo a observação e o registro das relações da juventude de hoje com a tecnologia – especificamente com um dispositivo popular da comunicação: o telefone celular. O que pode ser verificado aqui é que os teens têm relações profundas com esses telefones, pois eles aumentam as possibilidades de entretenimento (e privacidade), ao mesmo tempo em que esses telefones são extensões da personalidade (do território) do teen. Também explora um novo olhar sobre um cenário atual da educação, no qual, celulares vivem lado-a-lado com disciplinas escolares e salas de aula com poucos recursos, dessa forma, sugere um melhor uso do aparelho como uma ferramenta para estudos. Precisamente, enfatiza o uso da câmera de vídeo do celular como uma ferramenta para expressão e a criatividade nas aulas de Arte-Educação, dando aos estudantes a chance de mostrar suas visões pessoais da realidade – como vídeos-diários. Não está sugerindo o uso do aparelho somente para a captação de imagens, mas também como uma ferramenta de obtenção de informação e reflexão, esperando que professores de Arte-Educação (da mesma forma que outros professores) possam trabalhar com um aparelho que não pode mais ser ignorado dentro da sala de aula. A capacidade do celular de guardar informação pode trazer os momentos vividos por estudantes para a sala de aula, onde as reflexões sobre o que as imagens significam e o que pode surgir delas é mais importante para a prática da sensibilidade do que o visual (ou beleza) em si.
Abstract This study took place in a public school with four selected classes of teenagers (teens) having for its main purpose the observation and registration of today‟s youth relationships with technology – specifically with a popular communication gadget: the cell phone. What can be verified here is that teens have deeper relations with these phones for they enhance a teen‟s possibilities for entertainment (and privacy) at the same time these phones are extensions of a teen‟s personality (territory). It also explores a new look over a current education scenario where cell phones live side by side with school subjects and classrooms with low resources, therefore it suggests a better use of the gadget like a tool for studies. Precisely it emphasizes the use of the cell phone‟s video camera as a tool for expression and creativity in Art classes, giving students the chance to show their personal views over reality – like video diaries. It is not suggesting the use of the gadget only as a tool for image caption but also as a gathering information tool hoping that Art teachers (as well as other teachers) may be able to work with a device that can no longer be ignored inside the classroom. The phone‟s capacity for retrieving data may bring the exact moments lived by students to the classroom where reflections on what the images mean and what can spring from them are more important for the practice of sensibility then the visual (or beauty) itself.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/32974
Arquivos Descrição Formato
000776303.pdf (2.358Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.