Repositório Digital

A- A A+

Base genética do polimorfismo da coloração em espécies de Liolaemus (Iguania : Liolaemidae) : uma análise do gene receptor de melanocortina-1 (MC1R)

.

Base genética do polimorfismo da coloração em espécies de Liolaemus (Iguania : Liolaemidae) : uma análise do gene receptor de melanocortina-1 (MC1R)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Base genética do polimorfismo da coloração em espécies de Liolaemus (Iguania : Liolaemidae) : uma análise do gene receptor de melanocortina-1 (MC1R)
Autor Corso, Josmael
Orientador Freitas, Thales Renato Ochotorena de
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular.
Assunto Liolaemus sp.
Polimorfismo
Receptores de Melanocortina
Resumo A elucidação da base molecular da variação fenotípica adaptativa compreende um dos principais objetivos da biologia evolutiva. Na última década, o gene do receptor de melanocortina-1 (MC1R) regulador da síntese de melanina tem sido foco de diversos estudos sobre a coloração do corpo nos vertebrados. Analisou-se a variação deste gene em duas espécies do gênero Liolaemus que apresentam colorações distintas e crípticas. Os polimorfismos genéticos encontrados nas espécies não foram associados com o padrão de coloração corporal. Em L. arambarensis foram observadas cinco substituições sinônimas, nenhuma delas era estritamente associada com a variação de coloração. Da mesma forma, a análise comparativa mostrou que as sequências de Liolaemus foram monomórficas em posições de aminoácidos funcionalmente importantes na coloração do corpo de outras espécies de répteis. Contrariamente a outros grupos taxonômicos, tais resultados demonstram que não há um padrão único de sítios responsáveis por mudanças na coloração do corpo nesse grupo. Estes resultados permitem inferir que outros genes e/ou processos de regulação devem agir sobre a coloração, bem como ação de fatores não-genéticos.
Abstract The molecular basis of adaptive phenotypic variation comprises a major goal of evolutionary biology. In the last decade the melanocortin-1 receptor gene (MC1R), which regulates the synthesis of melanin, has been the focus of various studies on the body coloration in vertebrates. We analyzed the variation of this gene in two species of sand lizards of the genus Liolaemus, both with distinct and cryptic color. The polymorphisms found were not associated with the variation of body color. In L. arambarensis were observed five synonymous substitutions, none of which were strictly associated with colour type. Similarly, comparative analysis showed that the Liolaemus sequences were monomorphic in amino acid sites functionally important in the body coloration of other reptiles. Contrary to others taxa, these results suggest that there is not a unique pattern of sites accounting for changes in body coloration. It is possible that other genes and/or regulation process besides MC1R maybe influencing on the coloration, as well as action the of non-genetic factors.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/33254
Arquivos Descrição Formato
000783347.pdf (1.811Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.