Repositório Digital

A- A A+

Geografizando a inclusão : em busca de outros ventos

.

Geografizando a inclusão : em busca de outros ventos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Geografizando a inclusão : em busca de outros ventos
Autor Trarbach, Daiana de Mello
Orientador Rozek, Marlene
Data 2009
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Especialização em Educação Especial e Processos Inclusivos.
Assunto Diversidade
Educação especial
Geografia
Inclusão escolar
Resumo A Globalização modifica relações entre pessoas e espaços, promovendo transformações perceptíveis no ambiente escolar. O modo como a escola reflete estas mudanças, a necessidade de outros caminhos e possibilidades educativas é o tema desta monografia. O problema que se pretende responder versa sobre a construção do conhecimento geográfico como contribuinte para que a Inclusão das crianças com Deficiências aconteça no espaço escolar, mitigando os efeitos de uma prática que nem sempre tem sido Inclusiva, pois, mesmo inseridas no espaço escolar continuam excluídas das atividades escolares. Discute-se, por isto, a importância da disciplina de Geografia na construção do Lugar (espaço de apropriação do sujeito) dos sujeitos com Deficiências e na articulação de uma Escola realmente Inclusiva. Para tanto, este estudo é fundamentado em uma pesquisa qualitativa de cunho bibliográfico, concentrado nos campos da Educação Inclusiva e da Geografia optando, inclusive, por uma releitura dos conceitos geográficos de Lugar e Não-Lugar (espaço sem identificação com o sujeito). A relação entre estes conceitos e a proposta da Educação Inclusiva norteia esta reflexão -- como a Geografia constrói o Lugar do sujeito com Deficiências, em um ambiente, atualmente, gerador de Não-Lugares, sob o panorama da Educação Inclusiva. Compreende-se que a escola reflete a sociedade em que está inserida e articula o Lugar do sujeito com Deficiências no mundo. Constata-se, com isto, o papel da Educação Inclusiva, como precursora de uma escola com perspectivas mais justas que, conseqüentemente, proporcionará uma sociedade mais igualitária, ao estimular o desenvolvimento de um cidadão mais tolerante e sensível às diferenças individuais. A questão norteadora é respondida sob o foco da Geografia que, ao estudar as relações do/no Espaço Geográfico, acompanhada de práticas e metodologias direcionadas à compreensão de que o sujeito com Deficiências também é um agente modificador do espaço (escola/sociedade), sustenta o conceito de Lugar como referência na formação de uma Escola, realmente, Inclusiva. A Educação no viés da Inclusão é, então, essencial para a organização desta outra estrutura social, ao passo que rompe com os paradigmas impostos pela conjuntura histórica, porém, para que ocorra é imprescindível que os sujeitos, deste estudo, não constituam um Não-lugar. Para isto é preciso outro olhar, para a proposta Inclusiva, fomentando na formação de professores atentos a esta outra perspectiva, assim como, a compreensão do papel, não somente da Geografia, como também das outras ciências, no ajuste de algumas das outras "Velas" a fim de aproveitar o vento de mudanças que, felizmente, sopra na Educação Brasileira.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/33293
Arquivos Descrição Formato
000726067.pdf (343.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.